Artigos

Dia Mundial das Missões: Igreja Missionária, Testemunha da Misericórdia

Neste Domingo (23), a Igreja comemorou o Dia mundial das Missões. Como faz todos os anos, o Papa enviou a toda a Igreja uma Mensagem motivadora para esse dia, pedindo para rezar pelos missionários e para apoiar a ação missionária da Igreja no mundo todo.

Recomendo, pois, que hoje todos rezem, de modo muito especial, pelos missionários em dificuldades e em situações difíceis, em países ou regimes nem sempre abertos ao Evangelho; há missionários perseguidos, sequestrados, prisioneiros e até ameaçados de martírio. Outros trabalham com poucos recursos e em meio a grandes carências materiais para realizarem seu trabalho missionário. Rezemos por eles.

Mas também somos chamados a fazer um gesto de apoio concreto ao trabalho deles, mediante a “coleta para as missões”, que se faz neste final de semana em todas as igrejas católicas do mundo. Portanto, recomendo a todos a generosidade no apoio concreto aos missionários, mediante sua doação na coleta da missa.

Na sua mensagem, o Papa Francisco nos ajuda a compreender que a ação missionária é testemunho da misericórdia de Deus para com a humanidade; esta é uma dimensão fundamental da missão da Igreja. Quando os missionários chegam a algum lugar, eles sempre realizam trabalhos relacionados a caridade e a misericórdia: cuidar dos doentes, assistir os pobres, promover a educação, desenvolver projetos para superar a fome ou a falta de saúde e de habitação… Os missionários levam alívio onde há sofrimento e dor, ignorância e desorientação na vida, violência e desrespeito à pessoa e à vida.

Fazendo isso, eles cumprem o que Jesus mesmo fez e mandou fazer. E não deixam de testemunhar as obras do Deus misericordioso e salvador, que ama todas as pessoas e a todos quer conduzir no caminho da salvação. O anúncio do Evangelho da salvação é a maior das obras de misericórdia. Levar ao encontro com o Deus vivo e verdadeiro é obra de misericórdia insuperável.

Sejamos nós uma Igreja “em saída missionária”, em estado permanente de missão, testemunha da misericórdia aqui em São Paulo, em cada paróquia e comunidade.

Cardeal Odilo Pedro Scherer
Arcebispo de São Paulo
Artigo Publicado no Folheto Litúrgico POVO DE DEUS do Domingo 23.10.2016

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.