Notícias

Trabalhos de Grupos marcam o segundo dia da 37ª. Assembleia das Igrejas

imagem

O segundo dia da Assembleia teve inicio  com uma Celebração eucarística, presidida por dom José Luiz Bertanha (ao centro), bispo de Registro, SP, e concelebrada pelos Presidentes das sub-regiões pastorais.

Em seguida, no auditório foram formados dezesseis grupos de discussões. Motivados por questões Como relacionar e integrar “Misericórdia e Missão” em nossa ação evangelizadora e prática pastoral? Como trabalhar a “conversão pastoral” e alimentar uma paixão pelo cuidado de nossa casa comum?, os quase 240 participantes da 37ª. Assembleia debateram separadamente, em torno do tema “Misericórdia e Missão”.

Os resultados desses grupos foram levados para a plenária que aconteceu no final desta manhã. Dentre essas ações, destacam-se redescobrir o rosto misericordioso que nossa Igreja tem; superar o funcionalismo eclesial; deixarmos de ser complicadores para tornar-se facilitadores do encontro com o Deus da misericórdia; deixar-se iluminar pelo exemplo do Papa Francisco; as dioceses devem olhar com carinho para os padres que trabalham nas periferias. Deve ser incentivada a ajuda entre as paróquias; precisamos sair do comodismo e ir em busca das misérias do povo sofrido e cuidar das suas feridas como fez Jesus Cristo; favorecer a conscientização dos leigos no sentido de irem além do simples trabalho pastoral/paroquial; se fala muito de justiça e se esquece do perdão: a igreja tem a missão de anunciar a misericórdia de Deus e como Jesus, ir ao encontro de todos sem excluir ninguém; Incentivar a criação da pastoral da ecologia onde ainda não houver. Investir na educação ecológica a começar pelas crianças; Valorizar e trabalhar bem a CF-2016 que tratará da questão ecológica; conversão Ecológica: optar por um consumo sustentável investindo na conscientização e na educação a partir de pequenas iniciativas que geram novos estilos de vida; incentivar a participação nos conselhos municipais do meio ambiente; tentar incutir valores que não sejam consumistas; ter espiritualidade coletiva; desenvolver programas educativos nos meios de comunicação de massa e nas redes sociais, entre outras ações.

No período da tarde, houve o Plenário participativo, no qual os participantes puderam expor suas preocupações e desafios no Ano da Misericórdia, como o cuidado com as pessoas idosas; moradores em situações de rua; dependentes químicos, os afrodescendentes, os migrantes, os refugiados, os jovens no ambiente digital, etc.

O segundo dia do evento foi encerrado com “momento missionário mariano”. A assembleia  segue até amanhã (18).

12095070_633342896768155_8125791064085185312_o

10484608_633428656759579_4840188382929976779_o

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.