Pastorais e Organismos

Romaria da Pastoral da Saúde é realizada em Aparecida e supera expectativas no número de fiéis

O coordenador estadual, José Carlos Gimenez (f0t0), avaliou positivamente a edição deste ano da Romaria.

O Santuário Nacional de Aparecida acolheu, no dia 8 de fevereiro, a Romaria Nacional e Estadual da Pastoral da Saúde, reunindo mais de trinta mil agentes de pastoral de todas as regiões do Brasil.

Com o tema comum das romarias “Maria, Mãe da Vida e da compaixão Solidária” e para celebrar o Dia Mundial do Enfermo, celebrado todos os anos, no dia 11 de fevereiro, dia de Nossa Senhora de Lourdes, a Pastoral da Saúde realizou a sua IX Romaria Nacional e  XV Romaria  Estadual da Pastoral da Saúde.

Segundo organizadores, o evento reuniu mais de 30.000 romeiros,  com a presença de religiosos,(as) leigos,(as) sendo  a maioria integrantes da Pastoral da Saúde provenientes de várias regiões do Brasil, sendo que mais 10.000  agentes de pastoral  eram pertencentes  às dioceses que compõe a Pastoral da Saúde do  Regional Sul1,   vindos em caravana de várias cidades  do Estado de São Paulo.

Antecedendo a missas foi rezado às 05h00  diante da imagem de Nossa Senhora Aparecida  o Terço da saúde com a presença de 300 agentes de pastoral, e às 09h00 a celebração eucarística presidida  por Dom Roberto Francisco Ferreira Paz, Bispo Referencial para a Pastoral da Saúde Nacional e concelebrada pelos padres assistentes eclesiásticos  das dioceses que compõem o Regional Sul1.

Após a celebração da santa missa os agentes foram convidados para participarem da programação de palestras no Auditório Noé Sotillo. Com o tema “Maria, Mãe da Vida e da Compaixão Solidária”,  foram abordados temas referentes três dimensões da Pastoral da Saúde. A formação contou a participação dos palestrantes Padre João Inácio, Assistente Eclesiástico para a Pastoral da Saúde CNBB Sul1 com o tema da 1a. Dimensão da Pastoral da Saúde, Irmã Fabiana Brito , camiliana de Uberaba MG que falou sobre a Campanha da Fraternidade de 2020, e o Conselheiro  Gestor de Saúde Sr. Guilherme do Rio de Janeiro que falou da Dimensão Política Institucional da Pastoral da Saúde.

O coordenador estadual da Pastoral da Saúde, José Carlos Gimenez, avaliou positivamente a edição deste ano do evento. “Foi um momento de espiritualidade para celebrarmos juntos o Dia Mundial do Enfermo e também reanimar os agentes que se dedicam a essa missão desta Pastoral e também os profissionais que atuam na área da saúde”, avaliou.

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.