Notícias

Religiosos celebram seu dia com missa presidida pelo cardeal

reduzida1
Celebração especial reuniu religiosos, religiosas, sacerdotes e convidados.  (Foto: Luciney Martins/ Jornal O SÃO PAULO)

 

Religiosos e religiosas da Arquidiocese de São Paulo celebraram uma missa presidida pelo arcebispo metropolitano, o cardeal Odilo Pedro Scherer, para marcar o 21º Dia Mundial da Vida Consagrada, na Festa da Apresentação do Senhor. Realizada no dia 02 de fevereiro, na capela Sagrada Família e Santa Paulina, bairro Ipiranga, a celebração especial reuniu membros da Vida Consagrada da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB), Regional São Paulo.

Na homilia, Dom Odilo recordou os muitíssimos religiosos e religiosas que a cidade de São Paulo acolheu e elevou ao grau de santidade, sem esquecer dos milhares outros reconhecidos ou não que, ao longo da história, fizeram parte da evangelização dessa megalópole.

 O cardeal agradeceu e valorizou os religiosos que nesse momento colaboram na evangelização da cidade em parceria com outras dimensões religiosas, expressando a riqueza dos diversos carismas necessários para o bem de muitos. “Não esqueçam dos conselhos do Papa para uma Igreja em saída, estejam nos hospitais, nas prisões, nas escolas com as crianças e nossos jovens tão carentes de bons testemunhos, nas periferias excluídas, os anciãos e sobretudo, a caridade para com os membros de sua comunidade particular”, destacou Dom Odilo lembrando o Papa Francisco.

 Por fim, convocou a todos para se envolverem nos projetos da Arquidiocese, sobretudo na recém-reestruturada Pastoral Vocacional. “Empunhemos nossas luzes para levar ao mundo a luz de Cristo, com a força que ele deseja ver reorganizada no próximo Sínodo Arquidiocesano”, disse o arcebispo.

O padre Rubens Pedro Cabral, da Conferencia dos Religiosos do Brasil (CRB) Regional São Paulo, fez um breve discurso, sublinhando as palavras do Papa Francisco na proclamação do Ano da Vida Consagrada. Nas provocações do Papa, “reencontramos elementos intrigantes e próprios do chamado, que merecem ser replicados: Nossos serviços, obras, presenças, respondem hoje o que o Espírito pediu aos fundadores e fundadoras? São adequados para ir à busca das suas finalidades na Igreja e na sociedade de hoje? Existe algo que devemos mudar? Seguem-se costumeiras perguntas: Quem é Jesus para as pessoas do nosso tempo? Interroguemo-nos: é fecunda nossa fé e produz boas obras? No passo a passo conclusivo, voltamos a um importante elemento: a evangelização dos pobres é feita de proximidade com eles?”, questionou o padre e aproveitou a ocasião para felicitar os religiosos, agradecendo a presença de todos. Por fim, convidou para o Encontro da Arquidiocese com os religiosos, no dia 19 de agosto, às 15h, na Catedral Metropolitana e para a Romaria da Vida Consagrada ao Santuário Nacional de Aparecida, no dia 3 de setembro.

reduzida3Mensagem sobre o Dia Mundial da Vida Consagrada

O presidente da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada da CNBB, dom Jaime Spengler, Ofm, arcebispo de Porto Alegre (RS), divulgou mensagem agradecendo o trabalho de evangelização dos religiosos. “A Igreja do Brasil agradece a dedicação desses irmãos e irmãs consagradas pela cooperação imprescindível na obra da evangelização. A entrega radical da vida, por causa do Reino dos céus, é um sinal eloquente da presença de Deus entre nós, compreensível a todos os homens e mulheres de boa vontade”, diz um trecho da mensagem.

 Dom Jaime destacou também o profetismo da Vida Consagrada. “Há tanta santidade na vida consagrada! Existem muitíssimos testemunhos proféticos e fascinantes, de alegria e esperança. Encontramos pessoas apaixonadas pelo Evangelho do Crucificado-Ressuscitado que com temor e tremor assumem as periferias existências e as fronteiras geográficas como espaços privilegiados de evangelização”.

De São Paulo, Renato Papis

 

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.