A Assembleia Regional dos Bispos alcança a sua 86ª edição em sintonia com o Sínodo sobre a Sinodalidade. A programação, que se estenderá entre 4 e 6 de junho, no Mosteiro de Itaici, em Indaiatuba, reservou a sétima sessão para a “Conversação Espiritual”; dinâmica igualmente experimentada na Assembleia Geral da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

No primeiro dia, abrindo as rodadas de diálogo, coube ao arcebispo de Sorocaba e presidente do Regional Sul 1 da CNBB, Dom Julio Endi Akamine, a fala inicial. Alterações no episcopado e a apresentação do relatório anual da presidência também figuram na abertura. “É sempre bom nos encontrarmos para rezar, refletir e tomar decisões pelo nosso Regional”, disse Dom Julio. O arcebispo de Campinas, Dom João Inácio Müller, acolheu todos os presentes.

Ainda sobre a apresentação do relatório anual, Dom Julio e o vice-presidente do Regional, Dom Moacir Silva, ilustraram as principais ações; com especial destaque para as Assembleias anteriormente realizadas no período 2023/2024. Também a sede do Regional foi apresentada como espaço de comunhão e proximidade. Diversos encontros foram realizados no local; com especial menção à reunião com padres assessores de pastoral. “Concluímos esse relatório determinados a enfrentar os novos desafios com fé”, concluiu Dom Julio ao agradecer o apoio recebido desde a eleição da atual presidência.

Tendo sido anteriormente aprovada a programação, em etapa conduzida pelo bispo da Região Episcopal Brasilândia e secretário do Regional Sul 1, Dom Carlos Silva, a partir da segunda sessão e sob a orientação do Pe. Dr. Donizete José Xavier, da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC-SP), a “Teologia do Domínio: desafios e perspectivas na ação Evangelizadora” será o tema em destaque. Celebração Eucarística com oração das vésperas encerrará a programação do primeiro dia.

Na quarta-feira, 5 de junho, diversos assuntos estarão em pauta: a aprovação do regulamento do Conselho Episcopal do Regional Sul 1, a prestação de contas e parecer do Conselho Fiscal e o Jubileu 2025 são os destaques do período da manhã. À tarde, após exposições de ordem administrativa, o Sínodo dos Bispos (perspectivas e luzes para a ação evangelizadora no Regional) e a conversação espiritual encerrará as atividades iniciadas com a Celebração Eucarística. À noite, para os bispos, foi reservada reunião.

Na quinta-feira, 6 de junho, o padre Salvador Maria Rodrigues de Brito terá seu envio missionário realizado durante Celebração Eucarística. O presbítero seguirá para Diocese de Barra das Garças, no Mato Grosso. A apresentação de relatórios das Comissões Episcopais, a exposição de comunicados, a aprovação das atas, avaliação do encontro e palavra da Presidência figuram como últimos atos da 86ª Assembleia Regional dos Bispos do Estado de São Paulo.

Comunicação Regional Sul 1