Notícias

Presidência do Regional participa de atividade do Dia Mundial da Água

DSC_3200_foto Luciney Martins

Criança também deve aprender sobre saneamento básico e água

O presidente do Regional Sul 1 da CNBB e arcebispo metropolitano da Arquidiocese de Campinas , dom Airton José dos Santos e o secretário-geral, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e vigário episcopal da Região Lapa, dom Julio Endi Akamine, participaram nesta terça-feira (22), de atividade do Dia Mundial da Água, no Parque Sabesp, marcado pelo lançamento da cartilha “Uso Racional da Água e Saneamento Básico”.

Criado pelo ONU em 1992, o Dia Mundial da Água é comemorado em 22 de março. Em 2016, por ocasião da Campanha da Fraternidade Ecumênica, que propõe à sociedade reflexões sobre as condições do saneamento básico no Brasil, a data ganhou ainda mais destaque. Por conta disso, representantes da Arquidiocese de São Paulo e do Regional Sul 1 da CNBB participaram na terça-feira, 22, de uma atividade pelo Dia Mundial da Água no Parque Sabesp Mooca Radialista Fiori Gigliotti, na zona Leste.

Também estiveram autoridades, como a primeira-dama do Estado de São Paulo, Lu Alckmin, o secretário estadual de Saneamento e Recursos Hídricos, Benedito Braga, o diretor-presidente da Sabesp, Jerson Kelman, e o presidente do Instituto Trata Brasil, Edison Carlos. Na ocasião, houve o lançamento da cartilha “Uso Racional da Água e Saneamento Básico”, com personagens em quadrinhos da “Turma da Mônica”, de autoria do cartunista Mauricio de Sousa, com o objetivo conscientizar as crianças sobre como a poluição das águas pode prejudicar o meio ambiente e a saúde pública. O material será distribuído nas escolas públicas de ensino fundamental da rede estadual e também em paróquias.

“Essa cartilha é muito importante, pois são as crianças que a lerão e a trarão para casa, para os pais, as ideias mais novas, as ideias do futuro. Com o apoio da CNBB, a Campanha da Fraternidade foca no saneamento, tema fundamental para a saúde pública. Nós vamos trabalhar de mãos dadas com a Igreja nesse importante movimento durante todo este ano para conscientizar todos da importância de ter um meio ambiente limpo e saudável para essa geração e as futuras também”, afirmou Benedito Braga. Dom Carlos Lema Garcia, bispo auxiliar da Arquidiocese e vigário episcopal para a Educação e a Universidade, enalteceu a iniciativa de lançamento da cartilha e recordou a postura de oração da Igreja durante a crise hídrica. “No ano passado, no dia 22 de março, estávamos em plena crise hídrica; e na Arquidiocese de São Paulo, por iniciativa de Dom Odilo, foi feita uma procissão e uma missa para pedir chuva.

A gente, às vezes, pensa que rezar não funciona. Rezar funciona, porque a partir de então, vocês sabem, começou a chover em todo o Estado, não só na Capital”, recordou. Dom Airton José dos Santos, arcebispo de Campinas e presidente do Regional Sul 1 da CNBB, igualmente saudou o governo do Estado pelo lançamento da cartilha. “Valorizar este evento e o lançamento desta cartilha, significa, também, promover essa conscientização das pessoas, de modo especial das crianças e adolescentes, aqueles que estão iniciando seu caminho na sociedade. Que essa atitude seja para a preservação dessas riquezas naturais, que devem ser disponibilizadas para todos nós, seja para o combate às epidemias que nos assolam, como o atual caso do mosquito transmissor da dengue, seja ao de tantas outras doenças. Que não seja apenas uma iniciativa de grupos ou pessoas, mas uma iniciativa de toda a sociedade”, comentou.

Matéria originalmente publicada no Jornal O São Paulo, de 23 a 29 de março de 2016. Com informações da Sabesp – colaborou Igor Andrade

Fotos de Luciney Martins/O SÃO PAULO

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.