Arquidioceses e Dioceses Matrimônio Pandemia

Paróquia realiza casamentos criativos e seguros, mesmo em tempo de pandemia

Em tempos de pandemia, a criatividade vem se tornando uma forte aliada ao enfrentamento dos problemas do cotidiano, devido às medidas de isolamento social. Na Diocese de Presidente Prudente, a Paróquia Nossa Senhora do Carmo de Presidente Prudente (SP) celebrou dois casamentos, que contaram com medidas de prevenção, transmissão ao vivo da celebração e até carreata em frente à igreja para dar as felicitações aos recém-casados.

“Nunca passamos por uma pandemia, uma realidade como estamos a vivenciar, mas precisamos observar o que é essencial e o amor dos dois é essencial neste caso, a decisão de edificar uma história”, afirma o padre Rodrigo Gomes de Moreno, que assistiu os dois casamentos.

Rafael e Suelen

Na paróquia, o primeiro casal a receber o sacramento do matrimônio nesses moldes foi Rafael Freitas de Almeida e Suelen Jane, que realizaram a cerimônia no dia 12 de junho. A celebração, que ocorreu na Capela São Padre Pio em Presidente Prudente (SP), cumpriu todas as medidas de prevenção, como o uso de máscara e o distanciamento social entre os convidados.

(Facebook Rodrigo Gomes / Reprodução)

“Foi a data que nosso coração escolheu há 1 ano e meio atrás. Estava tudo certo com nossa casa e vida, porém faltava o casamento para recebermos a benção de Deus e sem ela não poderíamos viver. Então pensamos no verdadeiro sentido do casamento, que não seria o glamour da festa e, sim, a cerimônia. Então, mantivemos e a festa faremos depois”, afirma Suelen Jane.

De acordo com a recém-casada, apenas os pais e alguns padrinhos participaram da celebração, para evitar aglomeração. Suelen Jane conta ainda que a cerimônia foi transmitida para uma amiga que mora no Japão.

Ao final, o casal recebeu uma surpresa: “Nossos amigos organizaram uma carreata e foram nos ver em frente à igreja. Foi lindo e ficará pra sempre em nossa memória todo aquele carinho”, afirma Suelen Jane.

Matheus e Larissa

Já o outro casal a se casar na igreja durante esse período foi Matheus Souza e Larissa Germiniani. A celebração ocorreu no sábado (13/06), Dia de Santo Antônio, na Paróquia Nossa Senhora do Carmo, e foi assistida pelo padre Rodrigo Gomes, com a presença do seminarista Rafael Moreira Campos.

Marcelo Rosal | Cedida

De acordo com a Larissa Germiniani, os próprios convidados também já estavam se mobilizando para de alguma forma transmitirem a celebração e não perderem o momento, já que o momento não permitia aglomeração.

“Nós queríamos de alguma forma que os familiares participassem. Quando nós falamos que adiamos a festa e não a data, todos ficaram nos cobrando que queriam assistir. Então, o nosso filmmaker entrou em contato com o padre Rodrigo, como uma forma de fazer uma surpresa para nós, e o padre adorou a ideia”, afirma Larissa Germiniani.

 

Marcelo Rosal | Cedida

Com a igreja praticamente vazia, a celebração foi transmitida ao vivo pelo YouTube e obteve mais de 500 visualizações. “Nós pensamos assim: o que queremos com o nosso casamento? O que esperamos dele? Chegamos à conclusão de que queremos ter o nosso casamento em Deus, como todo o nosso relacionamento. Então, receber o sacramento do matrimônio é o que importa”, enfatiza Larissa Germiniani.

Reflexão

De acordo com o padre, para um casamento ocorrer na Igreja Católica é simples: basta a presença dos noivos e das testemunhas. Segundo o sacerdote, a decoração, as vestes e os festejos vêm de uma tradição além do matrimônio propriamente dito.

“Devemos lembrar o que é essencial em um relacionamento. Da cumplicidade, se eles estão realmente preparados para edificar uma história a dois, se estão dispostos a se completaram, se estão neste desejo de vivenciar respeitando um ao outro, mas, sobretudo, se completando em meio às enfermidades, alegrias, saúde e tudo isso que deve ser a celebração de um casamento, independentemente do tempo que estamos passando”, explica o sacerdote.

As então noivas, que fizeram adaptações nas cerimônias de casamento para se tornarem esposas diante de Deus, deixam dicas para os casais que estão pensando no matrimônio: “Não desistam de seus sonhos, do amor e principalmente reflitam sobre o que é mais importante agora, pois nada é maior e mais lindo do que a benção de Deus”, destaca Suelen Jane.

“Antes de tudo, diálogo entre os dois. Veja o real significado do matrimônio para o casal. No nosso, a festa fez falta, pois queríamos beijos e abraços das pessoas mais próximas, mas não fez tanta falta porque tivemos o maior, o nosso sacramento firmado em Deus. Que as pessoas possam dialogar com os seus párocos, até para eles poderem nos ajudar a nos conhecermos melhor”, afirma Larissa Germiniani.

*Para realizar o sacramento do matrimônio durante este período é necessário consultar o sacerdote da comunidade onde deseja se casar e receber orientação se a cerimônia pode ser realizada ou não.

Colaboração: Evandro Marques / Pascom Diocesana

 

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.