Notícias

“Para evangelizar, é preciso necessariamente estar inseridos na vida do povo”

2017-11-18-PHOTO-00000078

“Para evangelizar, é preciso necessariamente estar inseridos na vida do povo”. Assim expressou o padre Tarcísio Mesquita durante Assembleia Anual do Conselho Missionário do Regional Sul 1 da CNBB, no qual participou como assessor, para refletir em torno do tema ” A Alegria do Evangelho para uma Igreja em saída a partir das realidades do Estado de São Paulo.  A assembleia foi realizada, no dia 18 de novembro, no Alto da Lapa, em São Paulo.

Entre os participantes estavam representantes das arquidioceses de Ribeirão Preto, São Paulo e Sorocaba e das dioceses de Limeira, Santo Amaro, Amparo, Jales, Santos, Guarulhos, Itapeva, Piracicaba, Marília, Araçatuba, Bauru, Bragança Paulista, Lapa, Brasilândia, Itapetininga, Osasco, Mogi das Cruzes, Campo Limpo, São José dos Campos, Lorena, São João da Boa Vista, Jundiaí, Presidente Prudente e Franca.

A coordenação dos trabalhos da assembleia foi conduzida pela coordenadora estadual do Comire, composta pela leiga Maria de Fátima da Silva, padre Éverton Aparecido e equipe.

A assembleia contou com a assessoria do padre Tarcísio Mesquita, coordenador de pastoral da arquidiocese de São Paulo. Além disso, a assembleia contou com a participação padre Guthemberg Pereira sacerdote brasileiro que atua há quatro anos na diocese de Pemba- Moçambique na África. Ele partilhou um pouco da realidade daquele povo de uma realidade pobre, mas com a riqueza do sorriso de cada criança, falou de sua alegria em saber do projeto missionário do Regional em Pemba.

O padre Tarcísio tratou do tema A Alegria do Evangelho para uma Igreja em saída a partir das realidades do Estado de São Paulo.

Ele considera que a melhor maneira de evangelizar é amar. Ser missionário implica necessariamente um despojamento “O evangelho é uma eterna novidade. Por isso, a frase de Dom Helder ‘É preciso mudar sempre para permanecer sempre o mesmo. Na exortação apostólica Evangelii Gaudium do Papa Francisco, há o relato que o sair é viver a felicidade do encontro em um mundo que presa à relação virtual e tecnológica é um grande desafio nos reencontrar com esta alegria. Vivemos em um mundo do descartável! O ser humano é um objeto descartável. Vivemos tanto na economia do descarte no mundo que o ser humano vai si tornando descarte. Precisamos ir ao essencial na evangelização. É uma responsabilidade missionária ter compaixão, despertar a compaixão nos fiéis leigos. Então, compreendemos que para evangelizar necessitamos estar inseridos na vida do povo”.

Ainda durante a Assembleia foi apresentado o material (vídeos e folders) das Ações missionárias na Amazônia e na diocese de Pemba, (Moçambique, África).

A Assembleia foi encerrada com a partilha das sub-regiões, as experiências que cada regional esta realizando em suas dioceses missionárias. O encontro finalizou com Oração final e envio missionário.

2017-11-18-PHOTO-00000084

 

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.