Notícias

Novos caminhos para Renovação das paróquias marcam segundo dia da Assembleia

reduzidaA 35ª. Assembleia das Igrejas do Regional Sul 1 da CNBB continua no ritmo de alegria e esperança na busca de caminhos para uma efetiva “Renovação das Paróquias”. Os participantes da Assembleia acolheram os desafios de formar na Igreja uma rede de comunidades.

Após a celebração eucarística presidida por Dom Antonio Fernando Brochini, Bispo Diocesano de Jaboticabal, o cardeal Odilo Pedro Scherer, arcebispo de São Paulo e Presidente do Regional Sul 1 da CNBB, abriu os trabalhos deste sábado (19) , apresentando o Mons. Ilson Montanari, da arquidiocese de Ribeirão Preto, nomeado pelo Papa Francisco, no dia 12 de outubro, Secretário da Congregação para os Bispos, no Vaticano e elevado a dignidade de Arcebispo. O Monsenhor Ilson pede orações por ele e pela sua nova missão e convidou a todos para sua Ordenação Episcopal que será no próximo dia 7 de novembro, às 20h, em Sertãozinho, SP.

O secretário-geral do Regional, dom Tarcísio Scaramussa deu encaminhamentos para os trabalhos do dia. Na sequencia foi feita a apresentação dos Relatórios dos Trabalhos de grupos, de ontem à tarde, a partir de duas questões: 1. Como articular e levar adiante a “conversão pastoral”? O que é essencial para que ela aconteça? 2. A partir do que foi exposto, indique três mudanças essências para a renovação das paróquias.

A seguir, Dom Pedro Carlos Cipolini, Bispo de Amparo fez uma síntese a partir dos relatórios dos grupos: 1. Conversão pastoral que tem como base a conversão pessoal que emerge do encontro pessoal com Jesus; 2. Formação para fundamentar a própria fé; 3. Mostrar a “maternidade da Igreja”, trata-se da acolhida na Igreja que começa pelo testemunho; 4. Descentralização com o objetivo de favorecer a proximidade que faz da paróquia uma “rede” de comunidades; 5.MIssionoriedade: Igreja em estado permanente de missão, salientando o protagonismo dos leigos e a corresponsabilidade eclesial; 6. Primazia da ação pastoral: a Igreja existe para evangelizar! Frequentemente  vemos a primazia da administração sobre a pastoral. Nesse sentido, é fundamental a integração das várias pastorais; 7. Retomar a Teologia da Igreja Particular. É preciso compreender qual o lugar da paróquia, pois antes da paróquia existe a diocese. Devemos pensar a Igreja particular como um todo. A Igreja particular é a diocese, porção do Povo de Deus, enquanto que a paróquia é somente parcela do todo.

Dom Pedro concluiu, afirmando que devemos ter três atitudes: 1. Atitude de Esperança: O Senhor está conosco, até o fim dos tempos. Olhado o passado, amém. Olhando o futuro, aleluia! 2.  Atitude de ouvir o Espírito Santo: A Igreja é um Pentecostes constante. A Igreja está sempre iluminada pelo Espírito Santo. 3. Atitude de assumir o trabalho\missão. “No bojo da crise a fé nos ensina que já está a solução”, finalizou.

Após essa síntese, Dom Eduardo Benes de Sales Rodrigues apresentou cinco experiências de novas formas de comunidades evangelizadoras: SINE (Sistema Integral da Nova Evangelização), Missões Redentoristas, Missões Populares, Células Católicas, Alpha.

Os trabalhos do segundo dia da assembleia continuaram  com reflexões e discussões em grupos apresentando propostas para «RENOVAÇÃO DA PARÓQUIA» que resultarão nas pistas comuns de ação para as dioceses do Regional Sul 1.

No momento Mariano, os participantes da Assembleia encerraram este dia.

A Assembleia termina amanhã (20) ao 12h.

momento_mariano_reduzida
No momento Mariano, os participantes da Assembleia encerraram este dia.

reduzida_3

reduzida_4
Dom Raymundo Cardeal Damasceno Assis, Arcebispo de Aparecida e Presidente da CNBB

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.