Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

Eleitos na tarde de ontem, os três bispos que estarão à frente dos trabalhos pastorais no Estado de São Paulo, e os sete bispos representantes das sub-regiões pastorias, celebraram a Santa Missa nesta manhã. Na noite de ontem, Dom Júlio Endi Akamine, Dom Moacir Silva e Dom Frei Carlos Silva também falaram à jornalistas sobre a missão assumida na Entidade

Na manhã de hoje, dia primeiro de junho, os trabalhos da 85ª Assembleia do Conselho Episcopal do Regional Sul 1 (CONSER Sul 1), da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), foram iniciados com a celebração da Santa Missa. O momento litúrgico contou com a motivação dos bispos escolhidos para conduzir o Regional Sul 1 no próximo quadriênio.

Dom Júlio Endi Akamine, Arcebispo Metropolitano de Sorocaba, eleito Presidente da Entidade, esteve no presbitério da Capela do Mosteiro de Itaici, em Indaiatuba, ladeado pelo Vice-Presidente, Dom Moacir Silva, Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, por Dom Frei Carlos Silva, Bispo Auxiliar de São Paulo e Secretário escolhido em votação na tarde de ontem, e pelos sete Bispos representantes das Sub-regiões pastorais paulistas, a saber, Aparecida, Botucatu, Campinas, Ribeirão Preto 1 (RP 1), Ribeirão Preto 2 (RP 2), Sorocaba e São Paulo (SP).

Por ocasião da memória litúrgica de São Justino, mártir, retomando a glória das obras do Senhor, evidenciadas na 1ª leitura da Missa (cf. Eclo 42, 15-26), “que irradia e se manifesta por meio de todas as criaturas”, afirmou o novo Presidente do Regional ao explicar que o Altíssimo “penetra o abismo misterioso do coração das pessoas, sem invadir a consciência humana! Deus está mais presente ao homem que o próprio homem a si mesmo”.

Deste modo, em sua reflexão, o Arcebispo afirmou que “toda a criação é reflexo da sabedoria divina” e, por isso, ressaltou “que a visão contemplativa da criação está na base do nosso cuidado com a Casa Comum; nossa ação evangelizadora precisa continuar denunciando uma economia que mata!”.

Ao comentar o Evangelho que relata o desejo do cego Bartimeu de encontrar Jesus que, por sua vez, concedeu ao pedinte as luzes dos olhos e também da fé (cf. Mc 10, 46-52), Dom Júlio estimulou seus irmãos Bispos que a vocação episcopal e a evangelização no Regional Sul 1 e nas dioceses têm como característica principal “proporcionar a luz sobrenatural da fé às pessoas pelo anúncio da Palavra, formando discípulos missionários de Jesus Cristo em comunidades eclesiais missionárias, à luz da evangélica opção preferencial pelos pobres, cuidando da Casa Comum e testemunhando o Reino de Deus rumo à plenitude”, concluiu.

ENTREVISTA

Na tarde de ontem, dia 31 de maio, a 85ª Assembleia CONSER Sul 1 elegeu a nova presidência da Entidade entre os anos de 2023 e 2027. À noite, em primeira entrevista à Comunicação do Regional, Eleito Presidente, o Arcebispo Metropolitano de Sorocaba, explicou que a edição eletiva da Assembleia, que tem como tema “Uma Igreja em saída para as periferias”, inspirada nos frequentes apelos do Papa Francisco, deseja que a Igreja vá ao encontro das realidades vividas pelas pessoas.

“Queremos prestar um serviço a todas as dioceses do Estado de São Paulo, em comunhão, num trabalho colegial”, destacou Dom Júlio ao afirmar que a Presidência tem a missão de colaborar na promoção da ação evangelizadora, exercida sempre com sinodalidade.

Em meios às transformações eclesiais e sociais , e retomando o objetivo do CONSER Sul 1, Dom Moacir, Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto, enfatizou que a entidade continuará a articulação nas dioceses, pastorais, movimentos e organismos vinculados à CNBB, como resposta aos desafios do presente momento e que, os desdobramentos elencados neste encontro episcopal, “terão os seus passos significativos no segundo semestre com a realização da Assembleia das Igrejas Particulares”, lembrou o Vice-Presidente eleito, da oportunidade em que padres e agentes de pastoral se unirão ao episcopado paulista para a reflexão à luz da prática da evangelização.

“Nós somos um Estado composto por 42 dioceses com realidades tão diversas, desde um mundo totalmente urbano até uma outra realidade com características rurais, porém, a proposta do Evangelho é para todos, seja numa grande ou numa pequena cidade!”, afirmou Dom Frei Carlos Silva.

Com isso, o Secretário escolhido, que é um dos Bispos Auxiliares da Arquidiocese de São Paulo, destacou que no princípio das cidades paulistas está a Igreja Católica e, por isso, o Regional Sul 1, nas várias realidades, em suas periferias geográficas e existenciais, quer motivar e promover a ação evangelizadora “com criatividade, como nos exige a estrutura sinodal da Igreja, que se prepõe sempre ao diálogo”, concluiu.

FINAL

Neste último dia de Assembleia, a agenda do encontro prevê a apresentação do Relatório Pastoral do último ano, o Ato de Posse da Nova Presidência e, por fim, o almoço que encerra os trabalhos do encontro episcopal de reflexão e eleição.

Fotos: Comunicação I Regional Sul 1

Veja Também