Notícias

Missas em presídio marcam início do “Ano Santo da Misericórdia” em Caraguatatuba  

 

IMG_3187
foto: Ricardo Hiar

Celebrações ocorreram ao mesmo tempo em oito raias do Centro de Detenção na manhã desta terça-feira (15)

A fim de que todos possam experimentar a misericórdia de Deus, a Diocese de Caraguatatuba realizou seu primeiro gesto concreto especificamente voltado para a prática da misericórdia.

Assim, no dia 15, no Centro de Detenção Provisória de Caraguatatuba, aconteceu o primeiro gesto de Misericórdia na Diocese. É que ele foi escolhido pela Diocese local receber a primeira grande ação do “Ano do Jubileu da Misericórdia”. O bispo diocesano, padres, representantes da pastoral carcerária e outros membros da igreja estiveram no CDP para celebrarem missas, simultaneamente, em todas as raias do complexo.

Organizado pela Pastoral Carcerária, através do assessor padre Marcio José Fraga e agentes, o Jubileu dos Encarcerados proporcionou momentos de emoção e profunda religiosidade entre os detentos. A Pastoral carcerária da diocese possui poucos membros, mas perseverantes, que desafiam a distância para se chegar ao local semanalmente. A direção da casa agradeceu a Igreja católica pela iniciativa, traduzindo o dia como, um dia de paz, escreve os organizadores.

Abertura do Jubileu na Diocese

A abertura do Jubileu na Diocese de Caraguatatuba teve lugar no dia 13, com uma peregrinação até à catedral Divino Espirito Santo, cerca de 1500 pessoas seguiram em caminhada penitencial para a abertura da Porta da Misericórdia, na Catedral, e prosseguiu  depois com a celebração da missa da Abertura da Porta Santa e do Jubileu. A catedral ficou repleta de fiéis na Missa presidida pelo bispo diocesano Dom José Carlos Chacorowski e concelebrada pelos padres da diocese.

DSC_0026-300x200

Com informações site diocesano de Caraguatatuba

 

 

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.