Arquidioceses e Dioceses

Missa na Catedral do Carmo celebrou 80 anos de Dom Nelson Westrupp, bispo emérito de Santo André

Bispo emérito da Diocese de Santo André agradeceu a Deus pelo dom da vida e cerca de 650 fiéis que prestigiaram seu aniversário natalício, em missa na Catedral do Carmo

Uma noite inesquecível para ficar guardada na memória e no coração daquele que foi escolhido para servir a Deus e aos irmãos e irmãs. Diante de aproximadamente 650 pessoas que lotaram a Catedral Nossa Senhora do Carmo, no Centro da cidade andreense, o bispo emérito da Diocese de Santo André, Dom Nelson Westrupp, scj, comemorou as oito décadas de vida nesta quarta (11/09), dizendo “que seu coração transbordava de alegria e gratidão por todos e todas para celebrar a eucaristia, a melhor Ação de Graças que podemos render ao Senhor da Vida”.

“Gostaria de agradecer pela graça da vida recebida há 80 anos e pela vida da graça, recebida no dia do meu batismo, em 5 de novembro de 1939. Que as graças recebidas até os dias de hoje nos ajudem a continuar a nossa dedicação na fé, na esperança e no amor, colocando a nossa vida e vocação a serviço de Deus e a serviço dos irmãos e das irmãs”, reflete Dom Nelson, que não escondeu a emoção quando os discursos promoveram uma retrospectiva na mente do homenageado.

“Mesmo com suas funções na igreja, continuou essa pessoa simples e uma estrela de primeira grandeza para nossa família”, recorda um dos irmãos presentes, Nestor Westrupp; o bispo diocesano Dom Pedro Carlos Cipollini disse que “é um momento de comunhão e de festa da família diocesana”; Pe. Roberto Alves Marangon relembrou os tempos de vigário-geral durante o episcopado de Dom Nelson “o amor expresso no olhar e na ternura do coração de pai e pastor”.

À frente da Igreja Católica no Grande ABC durante 12 anos (2003 a 2015), Dom Nelson saudou e agradeceu as presenças de dez bispos, amigos de caminhada; cerca de cem padres das dioceses de Santo André e São José dos Campos, em grande parte ordenados por ele; diáconos permanentes, seminaristas, representantes de pastorais e movimentos da Igreja Católica, religiosos e religiosas consagradas, leigos e leigas, além de familiares e amigos que viajaram de Santa Catarina, mais precisamente de Joinville, Brusque, Balneário Camboriú e Imaruí (sua terra natal) para prestigiar esse momento. Autoridades públicas também estiveram presentes como o prefeito de Santo André, Paulo Serra, e o vice-prefeito Luiz Zacarias, além dos vereadores Pedrinho Botaro (Santo André), Jorge Araújo (São Bernardo) e Manoel Lopes (Mauá).

Lançamento da biografia

Antes da benção final, a biografia de Dom Nelson, intitulada “Miudezas da Vida”, foi lançada oficialmente. De autoria de Maurinea Santos, que trabalha com o bispo há mais de 20 anos, e publicado pela Editora Vozes, o livro estará à disposição do público pelo contato de WhatsApp 97369-5007, na Livraria Paulus e demais pontos de venda que serão divulgados em breve. “Quando escrevemos um livro, o objetivo é saber qual impacto terá na vida das pessoas. O endereço principal de um livro é o leitor, razão de existir um livro”, frisa Maurinea, ao confidenciar que a ideia surgiu a partir da sugestão de duas amigas, Elaine Venciguerra e Edna Tiemi Yamanashi, quando voltavam de uma missa dominical, em outubro de 2018. Ambas homenagearam Dom Nelson com a entrega do primeiro exemplar e de um vaso com amor-perfeito, flores preferidas de Dom Nelson.

Presenças ilustres

Amigo do aniversariante desde os tempos de seminarista, o arcebispo de São Salvador (BA) e Primaz do Brasil, Dom Murilo Krieger, enfatizou que Dom Nelson é um homem de igreja e sempre está pronto para atender as necessidades do povo de Deus. “O que admiro nele é que manteve a simplicidade. Títulos, cargos não fizeram um Dom Nelson diferente daquele que conheci quando seminarista, mostrando que o foco dele é o ministério que a igreja lhe pede”, conta.

Além dele, estiveram presentes Dom Pedro Carlos Cipollini (bispo da Diocese de Santo André), Dom Pedro Luiz Stringhini (bispo da Diocese de Mogi das Cruzes e presidente do Regional Sul 1 da CNBB); Dom José Roberto Palau (bispo auxiliar da Arquidiocese na Região Ipiranga), representando o arcebispo da Arquidiocese de São Paulo, Dom Odilo Scherer; Dom Luiz Carlos Dias (bispo auxiliar da Arquidiocese na Região Belém); Dom Moacir Silva (arcebispo da Arquidiocese de Ribeirão Preto); Dom Carmo Rhoden (bispo emérito da Diocese de Taubaté); Dom Fernando Legal (bispo emérito da Diocese de São Miguel Paulista); Dom João Bosco (bispo da Diocese de Osasco) e Dom Luiz Antônio Guedes (bispo da Diocese de Campo Limpo).

Fonte: Assessoria Diocesana de Comunicação. Fotos de Elaine Venciguerra

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.