Notícias

Missa de Jubileu da diocese de Jundiaí marca envio missionário na região amazônica

2015.01.07_missajubileu e envio (26)
A celebração abriu oficialmente as comemorações do Triênio Preparatório do Jubileu de Ouro da Diocese

Celebrar o Jubileu de Ouro é importante para agradecer os dons de Deus nessa caminhada de 50 anos, recordar aqueles que iniciaram a Igreja, fortaleceram a comunhão e a participação e dar um exemplo de vida cristã às gerações futuras.

A Diocese de Jundiaí completou 48 anos de Instalação Canônica nesta quarta-feira, 7 de dezembro. Para comemorar esse importante marco histórico da Igreja Católica em Jundiaí e outros 10 municípios, a comunidade católica celebrou Ação de Graças, na Paróquia Cristo Redentor, em Várzea Paulista. A celebração abriu oficialmente as comemorações do Triênio Preparatório do Jubileu de Ouro da Diocese, a ser celebrado em 7 de janeiro de 2017. Sob a presidência de Dom Vicente Costa, Bispo Diocesano, concelebraram Bispos que fizeram parte da história da Diocese: Dom Gil Antônio Moreira, Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias, Dom Osvaldo Giuntini, Dom Valter Carrijo, SDS, além de Dom Rubens Sevilha, que está em visita a Jundiaí, e mais de 70 padres do clero diocesano e convidados. Fizeram parte da assembleia, pastores evangélicos representando o Conselho de Pastores de Jundiaí, autoridades civis, entre prefeitos, vereadores e o presidente do Tribunal de Justiça do Estado de São Paulo, José Renato Nalini. Dezenas de religiosos e religiosas de várias congregações presentes na Diocese, diáconos permanentes e seminaristas, além de uma multidão de fiéis vinda do território diocesano.

Na homilia, Dom Vicente recordando que o aniversário da Diocese ocorre na festa da Epifania, convidou a assembleia a seguir o exemplo dos três Reis Magos enfrentando as tentações, seguindo a luz da estrela, que é Jesus, levando a luz do Salvador e partilhando a alegria de encontrar o Senhor. “Não podemos ser covardes e nem desanimados devemos sim, sonhar sempre e nunca desistir, pois a luz de Jesus Cristo deve brilhar para todos os povos!”, concluiu.

Envio de padres missionários – Também em comemoração a data, os padres José Roberto de Oliveira e Norberto Savietto receberam foram enviados em missão à Paróquia de Caroebe, Diocese de Roraima (RR). Com essa ação, a Diocese de Jundiaí passa a integrar o Projeto Missionário Sul 1 – Norte 1.

Os padres Nelson Rosselli Filho, assessor do Projeto e secretário executivo da CNBB Sul 1, e Ronaldo Lins de Oliveira da diocese de Bragança Paulista (SP), que também está de partida para Missão na Amazônia, além do casal Cesar e Rosane Campos, estiveram presentes.

Dom Vicente fez a bênção de envio e em seguida os padres missionários receberam a Bíblia e uma cruz como sinal de entrega total à Cristo e ao serviço do povo amazonense.

No final da celebração, padre Norberto deu um testemunho e disse que “Não basta ser cristão, Jesus tem um caminho para cada um de nós. Precisamos sair do comodismo e dar graças a Deus porque Ele está conosco”. O sacerdote pediu a oração de cada um.

O envio faz parte de um compromisso entre os regionais Sul 1 (São Paulo) e Norte 1 (Amazonas e Roraima) da onferência nacional dos Bispos do Brasil, pelo qual o Regional Sul 1 em parceria com a Conferência dos Religiosos do Brasil – Regional São Paulo prepara e envia missionários e missionárias para a Amazônia, conhecido como Projeto Missionário Sul 1 – Norte 1.

Triênio preparatório do Jubileu de Ouro – A partir de agora, a Diocese está vivendo e preparando uma série de atividades, que incluem desde Concurso Musical que irá eleger “Uma Canção para o Jubileu”, Curso de Formação para Missionários, Peregrinação ao Túmulo de Dom Gabriel – 1º Bispo Diocesano.

A programação ainda inclui as Jornadas da Vida Consagrada, dos Sacramentos e Vocacional, celebrações, Congresso Eucarístico, entre outras ações. O Jubileu quer reunir toda a comunidade, incluindo os que estão presentes nos 11 municípios que compreendem o âmbito da Diocese.

A grande celebração do ano jubilar da Diocese de Jundiaí será realizada em 07 de janeiro de 2017, dia em que se comemora a instalação da Diocese  O Tema escolhido para as comemorações é “Dar Cristo a quem não O tem e consciência de Cristo a quem já O possui”, com inspiração na frase de Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, 1º Bispo Diocesano. E Lema: “Ao verem de novo a estrela, ficaram radiantes de alegria” (Mt 2, 10).

50 anos de História – Criada a 07 de novembro de 1966, pela Bula “Quantum Conferat” de Paulo VI, foi instalada canonicamente no dia 06 de janeiro de 1967. militares. Tomou posse, naquele dia, seu primeiro Bispo, Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, OCarm, natural da cidade de Itu.

Tem como Padroeira Nossa Senhora do Desterro, que é também patrona da cidade de Jundiaí desde 1615.

Fazem parte da Diocese de Jundiaí 65 paróquias, em onze cidades, a saber: Jundiaí, Cabreúva, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Itu, Itupeva, Louveira, Pirapora do Bom Jesus, Salto, Santana de Parnaíba e Várzea Paulista. A Diocese tem uma população de mais de um milhão de habitantes, dos quais cerca de 66% professam a fé católica. Hoje a Diocese de Jundiaí conta com 86 sacerdotes incardinados, 30 sacerdotes membros de Institutos Religiosos e 98 diáconos permanentes.

Durante os 50 anos de história, a Diocese de Jundiaí foi dirigida pelos seguintes Bispos: Dom Gabriel Paulino Bueno Couto, OCarm (1967-198), Dom Roberto Pinarello de Almeida (1982-1996), Dom Amaury Castalho (1996-2004), Dom Gil Antônio Moreira (2004-2009) e, atualmente, por Dom Vicente Costa, desde 2010.

2015.01.07_missajubileu e envio (136)
Na foto alguns bispos que fazem parte dos 50 anos
de história da diocese
2015.01.07_missajubileu e envio (94)
Da esquerda para a direita – os padres Norberto e José Roberto
2015.01.07_missajubileu e envio (41)
Fieis lotam a Paróquia Cristo Redentor, em Várzea Paulista

Texto e foto do Setor Diocesano de Comunicação de Jundiaí.

 

 

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.