Notícias

Mensagem do Padre Valdir Silveira sobre a Páscoa

Confira abaixo a mensagem do Padre Valdir Silveira, coordenador nacional da PCr, para essa Páscoa:

Como manter a esperança em tempos tão difíceis?

“Eu vim para que todos tenham vida, e vida em abundância.” (Jo 10,10)

jesus-negro-1-768x405O ano de 2017 iniciou-se com os holofotes da mídia voltados para o sistema prisional brasileiro. Parece que de repente descobriram o que todas/os agentes da Pastoral Carcerária conhecem e convivem no seu dia a dia de trabalho missionário: Presídio é local de morte e não de ressurreição!

O presídio é túmulo para as mulheres e homens que a sociedade negou o direito de viver como criaturas de Deus; que a sociedade orientada pelo lucro de alguns poucos negou o lugar na Casa Comum. É local, enfim, onde se morre todo dia um pouquinho ou morre-se de repente de dor causada pelo abandono, de dor causada pela indiferença ou de dor causada pelo corpo agredido e torturado nas celas, alas e pavilhões.

jesus negro

Ao mesmo tempo, as prisões são locais de desafio para quem crê e pratica o que Jesus – também condenado, preso e torturado por um sistema iníquo – deixou para as/os suas/seus fiéis seguidoras/es: “pôr em liberdade os oprimidos e anunciar a liberdade aos cativos”; “na verdade, o Senhor consola o seu povo e se compadece dos desamparado”.

O nosso grito por um mundo sem prisões brota das vozes emudecidas dos cárceres e da Sabedoria do Deus Todo-Misericordioso. Este grito é considerado loucura para grande parte do mundo. Aos que chamam loucura, nós podemos dizer: é parte do projeto do Reino!

Páscoa: a vida venceu a morte! O que era impossível aos homens e às mulheres Deus realizou para um prisioneiro. Ressuscitou Seu filho Jesus Cristo. O Deus da Vida derrubou o último cativeiro: a morte.

Ser agente da Pastoral Carcerária é ser animador/a e anunciador/a da Ressurreição, da Boa Nova; é sempre caminhar junto às pessoas presas e às suas famílias e, com espiritualidade profética, transformar todas as estruturas e sistemas que agridem toda e qualquer vida, pois todas as vidas são criações sagradas e, por isso, nossas irmãs na Casa Comum.

Minha irmã e meu irmão, uma feliz e abençoada Páscoa!

Por Um Mundo Sem Cárceres!

Festa da Páscoa, 2017

Padre Valdir João Silveira

Coordenador Nacional da Pastoral Carcerária

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.