Do Regional Notícias

IAM do Estado de São Paulo realiza assembleia anual

A Infância e Adolescência Missionária do Regional Sul 1 da CNBB realizou entre os dias 21 e 23 de setembro, na sede do Conselho Missionário Regional – COMIRE, localizada no bairro da Lapa, na cidade de São Paulo (SP), sua 15ª Assembleia Anual. Os 44 assessores presentes, representantes de vinte (Arqui) Dioceses do Estado de São Paulo, refletiram sua ação, planejaram as atividades para o próximo ano e partilharam as experiências dos grupos em suas realidades.

Para assessorar o tema central da assembleia, “Assessores Discípulos Missionários”, a equipe estadual contou com o apoio do coordenador da Infância e Adolescência Missionária (IAM) na Diocese de São Miguel Paulista e responsável pelo blog da Garotada Missionária, Rodrigo Alves Piatezzi.

Iniciando as atividades, os presentes foram convidados a responder, em grupos, algumas perguntas sobre a ação dos assessores que nortearam o momento formativo. Resgatando a própria história e carisma da Obra, o assessor foi apontando pistas para a ação missionária e de coordenação dos assessores.

Para Rodrigo, o adulto precisa acreditar no protagonismo das crianças e adolescentes e dar espaço para que elas realizem o trabalho de evangelização, que é o caracteriza a IAM, contudo, o sucesso do grupo depende também da ação do assessor que está à frente do grupo ou da coordenação da Obra na diocese. “O assessor deve acreditar no potencial das crianças e adolescentes, ter brilho nos olhos, ser testemunha de Cristo e também o primeiro a assumir os compromissos da Obra – rezar pelas missões, fazer sacrifício financeiro e gestos solidários na realidade em que se encontra. A própria história da Infância e Adolescência Missionária ressalta a importância do assessor: Dom Carlos Forbin Janson morreu um ano após fundar a Obra, contudo o sucesso e a rápida difusão do trabalho iniciado pelas crianças franceses se deve ao compromisso das zeladoras, nome dado às primeiras assessoras, que eram mulheres, leigas e religiosas, que animavam as crianças e sensibilizavam as famílias.”, destacou Rodrigo.

Rodrigo também apontou o itinerário dos discípulos missionários, presente no Documento de Aparecida (nº 278), como processo formativo de quem deseja ser assessor da IAM. “Para que a missão de fato aconteça, primeiro é necessário ter o encontro pessoal com Cristo e desejar caminhar com Ele, conhecê-Lo, viver em comunidade; só a partir dessa experiência de conversão é que acontece a Missão, que é o desejo autêntico e natural que outras pessoas tenham a mesma alegria que tivemos de fazer experiência de encontro com Cristo.”, partilhou.

A formação também contou com o testemunho do pequeno Mateus Carvalho dos Reis, de 10 anos, membro da IAM da Paróquia de São Francisco de Assis dos Pequeninos, na Diocese de São Miguel Paulista. Mateus relatou a experiência que o grupo vem fazendo com a oração do Terço Missionário nas casas da comunidade. “Além do encontro que realizamos no final de semana, toda a terça feira a noite nós rezamos o Terço Missionário. Nós visitamos uma casa, levamos a imagem da Sagrada Família e rezamos pela família e pelos cinco continentes. Nossos pais nos acompanham e rezam com a gente, quando eles não podem ir, nós vamos com nossas assessoras.” A ação, iniciada no ano de 2017, tinha como objetivo visitar as casas das crianças e adolescentes membros da IAM, contudo, o grupo já realizou mais de sessenta visitas missionárias, nas mais diversas realidades da comunidade.

A tarde do sábado foi reservada para a partilha da caminhada da IAM nas dioceses e planejamento das atividades para o ano de 2019. O grupo também partilhou as iniciativas que estão sendo realizadas para a Ação Solidária “Dá-me de beber” (Jo 4,7), assumida pela IAM do Estado para a construção de três poços artesianos na missão da CNBB do Regional Sul 1 na Diocese de Pemba, em Moçambique, no continente africano. “A ação não é responsabilidade só da Infância e Adolescência Missionária, mas caberá a nós a promoção e articulação de ações com as paróquias, pastorais e organismos das nossas dioceses para que o gesto concreto, de fato, aconteça.”, explicou Maria das Graças Mendes, coordenadora regional da IAM. A ação foi lançada no mês de agosto durante o 38º Encontro Estadual Missionário, realizado em São José dos Campos e segue até o mês de dezembro.

As atividades do dia foram encerradas com a oração do Terço Missionário e a partilha da participação de Fátima Silva, assessora na Diocese de Limeira e membro da equipe regional da IAM, no 5º Congresso Americano Missionário (CAM), realizado no mês de julho, na Bolívia.

A manhã do domingo também foi reservada para a formação. Rodrigo Alves, que é educador social, leigo, casado e pai de um filho, testemunhou sua experiência na Infância e Adolescência Missionária e o processo de criação e manutenção do blog da Garotada Missionária, que surgiu a partir do informativo criado pelo grupo de IAM que participava na Paróquia de Nossa Senhora de Fátima, em São Miguel Paulista, no ano de 2003 e hoje é o blog oficial da Obra no Brasil. No momento formativo, refletiu como a boa comunicação e a utilização das redes sociais pode potencializar a divulgação do trabalho com a IAM. Ainda, deu dicas de como escrever um texto jornalístico e de como tirar e selecionar fotos para publicações.

O encontro foi encerrado com a celebração da Santa Missa, presidida pelo padre Anderson Adriano Teixeira, RCJ.

Para irmã Maria Nilva de Souza, da Diocese de Jundiaí, o envolvimento de todos os participantes garantiu o sucesso da assembleia. “A alegria contagiante do Rodrigo, as expectativas dos coordenadores diocesanos, a coordenação estadual mais firme e tranquila em suas funções na assembleia, o envolvimento dos participantes, o bailado da Maria das Graças, a doação das meninas da cozinha e o colorido e a alegria de cada participante garantiram que o nosso encontro fosse maravilhoso.”, avaliou a religiosa.

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.