Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

A Pastoral do Surdo da Diocese de Franca se fez presente na Festa de Corpus Christi no último dia 8 de junho (quinta-feira) para a confecção dos tapetes  (tradição religiosa que ocorre em várias partes do mundo, expressão artística que envolve a confecção de desenhos coloridos feitos com materiais como serragem colorida, pétalas de flores, areia, sal, entre outros).

 

A iniciativa que partiu dos próprios membros da Pastoral do Surdo,  foi um momento de grande entusiasmo, inclusão e alegria. Cerca de 8 Surdos e 7 Ouvintes participaram deste “momento de sinodalidade e felicidade extrema”, nos relata a coordenadora regional Maria Inês.

 

 

 

A Paróquia Sagrado Coração de Jesus da Diocese de Franca (SP) reconhecida pela acessibilidade das Libras (Língua Brasileira de Sinais) foi quem sediou o voluntariado para a confecção dos tapetes, e na mesma paróquia foi celebrada a Primeira Eucaristia e o Sacramento da Crisma para 3 jovens adultos surdos. A celebração foi presidida pelo bispo diocesano Dom Paulo Roberto Beloto e contou com a presença de muitas famílias e da própria comunidade.

Maria Inês, que está com um longo trabalho nas dioceses em prol da Pastoral do Surdo, nos relata emocionada sobre o Sacramento da Eucaristia e Crisma concedida à um adulto de 44 anos, José Luís Águila Diniz. A celebração também contou com a ajuda de Clésio Silva, intérprete da diocese de Franca.

Se você é surdo ou conhece alguém surdo que deseja se envolver na Pastoral do Surdo, recomendo entrar em contato com a sua diocese local para obter informações sobre grupos ou iniciativas específicas na sua região. A Igreja está comprometida em acolher a todos e oferecer o suporte necessário para que cada pessoa encontre seu lugar na família de Deus.

 

Créditos: Maria Inês Leandro (Pastoral do Surdo)