Notícias

Dom Júlio Endi Akamine participa de encontro ecumênico no Centro Mariápolis

22_sul1

Mais de 90 pessoas participaram do encontro ecumênico no Centro Mariápolis Ginetta; o momento contou com orações e reflexões em torno da família.

O secretário-geral da CNBB Regional Sul 1, dom Júlio Endi Akamine, bispo auxiliar da Arquidiocese de São Paulo e Vigário Episcopal da Região Lapa  marcou presença no encontro ecumênico que aconteceu no centro Mariápolis Ginetta, cujo tema foi “Façam tudo o que Ele mandar”,

Entre os dias 23 a 25 de outubro, foi realizado o 20º. Encontro Ecumênico do Regional Sul 1 da CNBB. Sob o tema: “Façam tudo o que Ele mandar”, os mais de 90  participantes se reuniram no Centro Mariápolis Ginetta, em Vargem Grande Paulista, SP.

As reflexões, os devocionais (momento de orações) e as dinâmicas todas foram em torno da Família, e o encontro foi desenvolvido em três partes.  Durante todo o dia de sábado as reflexões foram: Desafios e Perspectivas Teológicas e Pastorais da Família, tendo como assessor o padre Mário Marcelo Coelho, SCJ, de Taubaté. No período da noite tiveram uma Roda de Conversas com quatro casais que vivem a realidade de Matrimônio Misto (por exemplo o esposo é católico e a esposa é evangélica). Esses casais partilharam com as pessoas presentes suas experiências de vida familiar e conjugal como vivem a fé e como educam seus filhos nessa realidade religiosa. No domingo, pela manhã, o evento recebeu a Reverenda Blanches de Paula, pastora da Igreja Metodista e a Reverenda Grietje Couperus, pastora da Igreja Presbiteriana Independente que refletiram sobre os Desafios e Perspectivas Pastorais da Família, a partir de suas Comunidades, dando assim as suas contribuições de como as respectivas igrejas trabalham os desafios pastorais e familiares.

“Três constatações foram diagnosticadas: 1) a ausência de representantes de muitas Arqui/Dioceses, 2) e ausência de representantes das Igrejas Evangélicas; 3) a ausência de jovens. O Grupo, diante do diagnóstico, apontou como desafios: uma maior participação, dos grupos acima mencionados, nos próximos Encontros Ecumênicos do Regional; que as Equipes Arqui/Diocesanas  se organizem e se articulem com as Igrejas Evangélicas para a realização da Campanha da Fraternidade Ecumênica de  2016 e para a Semana de Oração pela Unidade Cristã. O Documento de Aparecida, n º 232, nos lembra: “Esperamos que a promoção da unidade dos cristãos, assumida pelas Conferências Episcopais, se consolide e frutifique sob a luz do Espírito Santo”, explica o padre José Bizon, coordenador estadual da Comissão para o Ecumenismo e o diálogo inter-religioso.

Ainda de acordo com a avaliação do padre Bizon, “o encontro foi proveitoso nas suas reflexões, questionamentos e convivência, a participação dos presentes foi muito positiva” assim como os devocionais.

23_pagina

 

 

 

 

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.