Notícias

Divulgada carta da Colegiada Regional das Ceb’s

DSC09330Os participantes do Encontro dos assessores e animadores das comunidades Eclesiais de Base (Ceb’s) do Regional Sul 1 da CNBB, que se reuniram em Franca neste domingo (12), divulgaram a carta final do encontro. No texto, o grupo fez memória dos 100 anos de Contestado, seus anseios, lutas e esperanças de um povo pelo direito à vida.

Carta da Colegiada das Comunidades  Eclesiais de Base do Estado de São Paulo

“É Páscoa do Senhor. É vida transbordante nascida no amor extremo que venceu o egoísmo, o orgulho e a violência.”

Romeiros e Romeiras de todas as regiões do Estado de São Paulo, fizeram parada na estação Capelinha, Paróquia Nossa Senhora Aparecida em Franca (SP), para juntos fazermos memória dos 100 anos de Contestado que foi ontem, hoje e sempre, um grito contra o poder e a usurpação do estado, de suas terras e o direito à vida.

Contestar hoje é atualizar a memória, as lutas e esperanças de um povo. Contestado foi um modo de organizar a sociedade tendo em vista o anseio dos pobres, a conquista da dignidade humana, através de uma nova organização política e social,  fraterna, solidária, humana, simples e afetiva, que não tenha como princípios as regras  do capitalismo e,  que faça um resgate profundo das bandeiras de lutas, do compromisso com o Reino que se faz através do processo contínuo, do compromisso com as lutas dos pobres, ontem, hoje e sempre.

As CEBs vêm beber desta fonte e convoca a sociedade para um novo tempo. Se Contestado foi um grito de resistência, as CEBs quer gritar contra as desigualdades sociais, contra o extermínio de jovens, contra o massacre aos povos indígenas, contra a violência e discriminação às mulheres, contra o latifúndio, contra  intolerância política e religiosa, enfim quer  gritar contra todas situações que impedem a vida de acontecer em plenitude.

Ao fazermos memória da história de caboclas e caboclos de Contestado, nossas comunidades atualizam a presença de Deus e de uma Igreja que vai ao encontro dos pobres, atentos ao cuidado com a mãe terra, com o meio ambiente, com a ecologia.

Contestado: Reduto de Resistencia, Esperança e Encantamento da Vida onde mulheres e homens liderados por João Maria lutaram convictos de que outro mundo é possível, essa é nossa utopia e deve ser a causa de nossas lutas, mesmo que tenhamos que rever métodos, retornar às origens, retomarmos nossas bandeiras, que nos conduzem  a um mundo mais justo e fraterno,  sinais do Reino definitivo.

Celebramos com nossos Mártires da Caminhada, tantos  seguidores e seguidoras do Caminho, que derramaram seu sangue para construção de uma sociedade mais justa e solidaria, nossos anseios,  sonhos e esperanças.   Nossos agradecimentos às famílias e comunidades que nos acolheram.  Que as alegrias da Ressurreição de Cristo possam ser nossa força na caminhada. Saudações fraternas.

CEBs CNBB SUL1

Franca, 12 de abril de 2015.

 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.