Notícias

Diocese de Santo André sediou Seminário da CNBB

DSCF0932bA Paróquia Sagrada Família, a Matriz de São Caetano, na Diocese de Santo André, SP, recebeu entre os dias 6 e 9 de setembro, o Seminário Nacional de Iniciação à Vida Cristã, organizado pela Comissão Episcopal Pastoral para Animação Bíblico-Catequética da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). O evento contou com mais de 200 participantes, incluindo dez bispos, 40 sacerdotes, religiosos e leigos, vindo de diversas partes do País.

Com o lema “Quanto a nós, não podemos deixar de falar sobre o que vimos e ouvimos” (Atos 4,20), o Seminário buscou estimular a prática de uma catequese mais dinâmica, participativa, sendo a base o itinerário catequético com inspiração catecumenal. O encontro contou com oficinas e momentos celebrativos e de oração, a partilha de experiências concretas de iniciação à vida cristã e o lançamento do livro Itinerário Catequético.

Para o arcebispo de Pelotas e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para a Animação Bíblico-Catequética, Dom Jacinto Bergmann, o evento serviu para celebrar a caminhada da iniciação da vida cristã pelo Brasil. “É um seminário muito importante para a Igreja no Brasil. Cada vez mais a iniciação da vida cristã está sendo um consenso em todas as igrejas particulares. A Igreja primitiva fez uma verdadeira iniciação à vida cristã, onde a experiência de Jesus Cristo é forte e, a partir desta experiência em Jesus Cristo, se tornam cristãos. Não tornamos alguém cristão só batizando, precisa ser iniciado. O batismo faz parte desta caminhada. Os primeiros cristãos chamavam isso de processo catecumenal e nós estamos falando de inspiração catecumanal”, explicou Bergmann.

O bispo de Santo André, Dom Nelson Westrupp, scj, que recebeu os participantes do Seminário no primeiro dia do encontro, quinta-feira (6), ressaltou a importância do Encontro em São Caetano para a Igreja. “Esse seminário quer ser uma ocasião em aprofundar esse processo de Iniciação à Vida Cristã, implantar em todas as nossas igrejas e em todas nossas dioceses. É um caminho longo porque exige mudança de mentalidade e atenção, principalmente da parte do clero, e exige estudo, aprofundamento, conhecimento, e depois assumir e verificar que na prática leva as pessoas uma vivência muito mais sólida da fé e do próprio batismo”, destacou Dom Nelson.

Pe. Jordélio Siles Ledo, CSS, pároco da Sagrada Família, enalteceu que o objetivo do encontro é criar uma linguagem mais unificada. “O itinerário de iniciação à vida cristã prega uma catequese vivencial, orante e mais interativa. É uma catequese mistagógica, que quer inserir o catequizando no mistério de Cristo”.

Presente no Seminário no sábado (8), o cardeal arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Scherer, ressaltou que todos precisam dar um salto de qualidade.  “Temos muito que caminhar ainda, temos que ter uma nova percepção, voltar à base da fé. Precisamos realizar um trabalho catequético diferente para que no futuro tenhamos frutos melhores”.

Organização – Anfitriã do evento, a Paróquia Sagrada Família deu toda a estrutura aos participantes, que também elogiaram a organização. Foram várias equipes da Matriz que contribuíram para que tudo acontecesse dentro do planejado. “É uma missão complicada e o trabalho foi difícil porque é uma missão bem séria, mas se tornou leve quando montamos uma equipe com 60 pessoas. Com trabalho em equipe, tudo é possível”, frisou Pe. Jordélio. Segundo o assessor nacional Animação Bíblico-Catequética, Pe. Décio Walker, o encontro superou as expectativas. “Realizamos um trabalho aqui muito intenso. Foi tudo bem feito. E saímos muito animados porque notamos que tem muita gente neste barco”, disse o sacerdote. O Seminário foi encerrado no domingo com a Santa Missa presidida por Dom Jacinto Bergmann e co-celebrada pelos outros bispos e sacerdotes que participaram do Encontro.

DSCF0944b

De São Bernardo, Humberto Pastore, Assessoria Diocesana de Imprensa de Santo André

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.