Notícias

Diocese de Santo André celebra 60 anos

DSC09650 (2)Para celebrar o Jubileu de Diamante da Diocese de Santo André aconteceu na manhã desta quarta-feira (9 de julho) a Missa em Ação de Graças no Poliesportivo de São Bernardo do Campo. Presidida pelo Bispo Diocesano Dom Nelson Westrupp, scj, a celebração teve a presença também do Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo, Dom Airton José dos Santos, Arcebispo Metropolitano de Campinas e Dom Manuel Parrado Carral, Bispo da Diocese de São Miguel Paulista. O prefeito de São Bernardo, Luiz Marinho, também participou da celebração.

Mais de 4 mil fiéis das 98 paróquias e 262 comunidades, entre as quais, dezenas de capelas, se fizeram presente e puderam acompanhar as realizações das 60 pastorais no período das seis décadas, já que a história da Diocese foi mostrada ao longo da celebração.

O Bispo Dom Nelson Westrupp, scj, disse que o momento é para “Rendermos graças à Deus pelas obras realizadas no Grande ABC nestes 60 anos de Diocese de Santo André. Recordo de todos que passaram e ajudaram nossa Diocese”. Em sua homilia, o bispo reforçou: “Não podemos parar no tempo. Não atrasemos o Reino de Deus acontecer. Ninguém de nós pode renunciar seu compromisso. Se uma pessoa experimenta verdadeiramente o amor de Deus, isto já é o suficiente para anunciá-Lo”, e destacou ainda: “O profeta Oséias nos convida hoje a não cruzar os braços, mas pôr-nos em ação. Cuidemos do rosto de nossa diocese”, pediu Dom Nelson.

Já o Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo Metropolitano de São Paulo citou que a Diocese com postura missionária e que não poderia deixar de estar aqui quando a Diocese de Santo André está em festa pelos 60 anos. “Esta diocese nasceu da Arquidiocese de São Paulo. Somos vizinhos, moramos pertinho. E estamos felizes também pelos 50 anos de sacerdócio do bispo Dom Nelson”.

Dom Airton José dos Santos, Arcebispo Metropolitano de Campinas usou da palavra para dizer que: “Recordo com alegria que há doze anos pude servir como Bispo Auxiliar, depois de vários anos como sacerdote. Agradeço por esta alegria. Estou feliz em poder participar desta bonita festa depois de poder ter contribuído com a história. E Dom Manuel Parrado Carral, Bispo da Diocese de São Miguel Paulista lembrou que: “60 anos para uma diocese ainda representa juventude. É uma diocese jovem. Pertenço às raízes da diocese. Aqui fui crismado e aqui fui ordenado sacerdote. Tive a graça de caminhar por 28 anos como sacerdote neste diocese. Um período muito feliz. Parabenizo a todos que contribuíram com os alicerces desta jovem diocese”.

Diocese foi criada pelo Papa Pio XII – A Diocese de Santo André completa 60 anos no dia 22 de junho, criada que foi pelo Papa Pio XII. A história conta que foi realizada uma campanha na região dirigida por uma comissão integrada pelos prefeitos de Santo André, São Bernardo e São Caetano, pelos presidentes das três Câmaras Municipais e presidida pelo Vigário da Paróquia do Carmo, Padre José Bibiano. Um dos principais argumentos para a criação da Diocese era que a região contava com 320.00 habitantes e já existiam 12 paróquias. O Mesmo documento que criava a nova Diocese nomeava, também, o novo bispo: Dom Jorge Marcos de Oliveira, um carioca de 38 anos que tomou posse na Diocese em 12 de setembro de 1954 iniciando um trabalho pastoral que se estendeu até 29 de dezembro de 1975.

Situada na Região Metropolitana de São Paulo, chamada Grande ABC, num território de 878 Km2, é composta por sete municípios: Santo André (Paranapiacaba), São Bernardo do Campo, São Caetano do Sul, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra.

Nestes sete municípios existe uma população de mais ou menos, dois milhões e oitocentos mil habitantes. Até o inicio da década de 90, a Diocese tinha uma característica eminentemente industrial com uma população composta em sua maioria de operários. Atualmente, esta característica industrial e operária está sofrendo grandes transformações e dando lugar a uma nova realidade, pois muitas empresas se transferiram para o interior do estado ou até mesmo para outros estados.

Com as transformações sociais decorrentes da nova situação econômica, o nosso Grande ABC está se transformando e se caracterizando como região de grande comércio devido à presença de muitas áreas de consumo, e fortemente no Terceiro Setor, além de procurar atuar na área do turismo.

DSC09689 (2)
Mais de 4 mil fiéis compareceram no Poliesportivo de São Bernardo do Campo
DSC09757
Diocese em festa pelos seus sessenta anos

Texto e fotos de Humberto Domingos Pastore da Assessoria Diocesana de Comunicação

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.