Falecimento Nota

Diocese de Presidente Prudente comunica falecimento do bispo Emérito Dom José Maria

Dom José Maria Libório Camino Saracho, bispo emérito de Presidente Prudente, faleceu no início da tarde desta segunda-feira (30/08), diagnosticado com o quadro de pneumonia. Atuou na Diocese durante seis anos.

Ele será enterrado nessa terça-feira (31/08), na cripta da Catedral São Miguel Arcanjo da Diocese de São Miguel Paulista, São Paulo (SP). Ainda será definido o horário do velório e da Santa Missa de corpo presente.

História

Filho de Victor Camino Chavarri e de Maria Saracho, José Maria nasceu em Santurce, no País Basco Espanha, em 13 de novembro 1931. Fez seus estudos básicos no Seminário Menor de Castillho-Elejabeitia e de Vitoria-Gasteiz, ambos na Espanha.

Cursou Filosofia e parte de Teologia no Seminário de Vitoria-Gasteiz , completando os estudos de Teologia no Seminário de Derio. Em seguida, foi para o Seminário da Diocese de Bilbao. Possui títulos universitários em Filosofia, Teologia, Ciências Sociais e Direção Empresarial.

Dom José Maria foi ordenado presbítero no dia 6 de julho de 1958, na Nuestra Señora de Begoña, em Bilbao. No mesmo ano, até 1967, foi prefeito de disciplina e professor no Seminário de Derio, na Espanha.

Vinda para o Brasil

No dia 13 de novembro de 1966, dia em que completou 35 anos, chegou como missionário independente no Brasil. Durante um período, ficou residindo na casa paroquial de Itaquera, Zona Leste de São Paulo (SP), cujo pároco, padre Juan Zumalde, era também oriundo do País Basco.

Neste período, atuou como pároco da Paróquia de São Benedito, em Guaianases, outro bairro da capital paulista.

Também foi pároco da Catedral de São Miguel Arcanjo, vigário geral, ecônomo, membro do Conselho de Presbíteros e membro do Colégio de Consultores da Diocese de São Miguel Paulista.

No dia 16 de julho de 1999, o então Papa João Paulo II, o nomeou bispo titular de Urusi e auxiliar da Diocese de São Miguel Paulista. A Ordenação Episcopal ocorreu no dia 29 de setembro do mesmo ano, na Catedral Diocesana local. Trouxe como lema “chamado para anunciar o Evangelho de Deus” (Rm 1,1).

Ao todo foram 35 anos dedicados integralmente a população da Zona Leste de São Paulo (SP).

Presidente Prudente

Após três anos como bispo auxiliar de São Miguel Paulista (SP), foi nomeado novamente pelo papa João Paulo II para atuar como bispo diocesano de Presidente Prudente, no dia 20 de fevereiro de 2002.

Tomou posse na Catedral de São Sebastião de Presidente Prudente (SP) em 7 de abril de 2002, se tornando o 4° bispo da Diocese. Seu mandato foi até o ano de 2008.

Principais obras na Diocese de Presidente Prudente

– Construiu a nova Cúria Diocesana com a finalidade de centralizar num só espaço a administração diocesana.

– Criou a 4ª Região Pastoral, totalmente desmembrada da 3ª Região Pastoral;

– Implantou o Projeto Missionário Diocesano, com o objetivo de fortalecer a vida e a fé das comunidades de assentados, por meio da evangelização e catequese.

– Realizou campanha para a aquisição de um caminhão para a cooperativa dos trabalhadores de produtos recicláveis de Presidente Prudente (SP).

– Transferiu de Santo Anastácio (SP) para Presidente Prudente (SP) e ampliou a Rádio da Diocese que passou a chamar-se “Rádio Onda Viva”.

– Formou a Equipe Diocesana de Comunicação (EDC) com o objetivo de gerenciar e fomentar os meios de que a Diocese dispõe: Rádio AM 1300; Jornal “Anúncio”, Colunas Diocesanas nos jornais locais “O Imparcial”, “Oeste Notícias”, Informativo “A Diocese” e o site.

– Reformou totalmente o Seminário Diocesano e a Casa de Encontros, anexa a este e que passou a chamar-se Centro de Formação.

– Dom José também não mediu esforços para ajudar na construção de novas igrejas e espaços de formação nas paróquias da Diocese.

– Ajudou concretamente o início das obras do Santuário de Santo Expedito, Santuário de Santa Teresinha, Paróquia São Lucas, Paróquia N. Sra. de Fátima (Pres. Prudente), Paróquia São José (Álvares Machado), Paróquia N. Sra. Aparecida (Parque dos Pinheiros), Santa Teresinha (Marabá Paulista), N. Sra. do Carmo (Pres. Prudente), Santa Rita (Pres. Prudente), Paróquia São José (Euclides da Cunha), salão da Catedral de Pres. Prudente.

– Ordenou dezesseis (16) padres, fruto do trabalho dos nossos seminários menor e maior.

– Oficializou na Diocese a Comissão Pastoral da Terra (CPT) e empenhou-se em colocá-la em prática, principalmente no Pontal do Paranapanema. Por sua luta e engajamento social logo passou a responder pela Comissão Pastoral da Terra do Estado de São Paulo.

Quadro de Saúde

Após sete anos que ficou emérito, Dom José Maria voltou a residir em São Miguel Paulista. Mesmo com a idade avançada, ele permaneceu celebrando a Eucaristia na Comunidade de São José Operário, na mesma região.

No dia 5 de agosto, precisou ser internado no Hospital Santa Maggiore, no mesmo município, para realizar uma cirurgia na vesícula. Após algumas semanas, passou pela cirurgia, porém o seu estado de saúde piorou. No início dessa segunda-feira, a Diocese de Presidente Prudente recebeu a triste notícia do seu falecimento, diagnosticado com pneumonia.

A última vez que Dom José Maria esteve na Diocese de Presidente Prudente foi em setembro de 2019, onde concelebrou a Santa Missa de criação da Paróquia São Miguel Arcanjo, no bairro Parque Residencial Damha, em Presidente Prudente (SP), Igreja na qual se emprenhou em construí-la. No dia seguinte, presidiu a Missa Solene do Dia de São Miguel Arcanjo, na mesma comunidade.

“Nesses 16 anos que Dom José esteve à frente da Diocese, fez um belo trabalho, de modo particular, na área social. Muito empenhado com os pobres, com os assentados, uma pessoa de grande senso social. Muito meu amigo, me acolheu muito bem. Quero comunicar a todos os fiéis para que possamos nos colocar em oração e que Deus o conceda o repouso eterno por todo carinho e zelo que teve por nossa Diocese”, enfatiza Dom Benedito Gonçalves, bispo diocesano.

“Expresso a minha solidariedade profunda a Dom Benedito Gonçalves dos Santos, bispo diocesano de Presidente Prudente, assim como ao clero, aos religiosos e religiosas e a todo o povo de Deus da referida igreja particular. De modo especial, manifesto minha proximidade ao povo da Comunidade de São José, ao qual Dom José Maria dedicou os últimos anos de sua vida”, destacou Dom Manuel Parrado Carral bispo diocesano de São Miguel Paulista.

Da Redação, Site da Diocese de Presidente Prudente

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.