Notícias

Diocese de Jundiaí celebra Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (SOUC)

 

ecumenismo

Em todos os anos, na semana entre o Domingo da Ascensão e Pentecostes, a Igreja promove a Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos (SOUC), por meio do Conselho Mundial de Igrejas (CMI).

Para celebrar esse momento, a Diocese de Jundiaí, juntamente com o Conselho dos Pastores de Jundiaí (CONPAS/Jundiaí), promoveram o Encontro de Cristãos em busca da Unidade e da Santidade. Foram duas celebrações, nos dias 31 de maio e 1º de junho. A intenção principal foi a de fomentar o diálogo inter-religioso, ocasião em que cristãos, católicos e de muitas outras denominações, se uniram para orar pela unidade de todos os filhos de Deus.

O primeiro encontro, na noite da quarta-feira 31 de maio, aconteceu na Paróquia Nova Jerusalém, em Jundiaí, e contou com a presença do Bispo Diocesano, Dom Vicente Costa, padres e diáconos da Igreja Católica da Diocese de Jundiaí e pastores, pastoras e diáconos de várias denominações cristãs, bem como muitos fiéis leigos cristãos, que não presumiram do fato de pertencerem a essa ou àquela igreja, mas se uniram para, juntos, refletirem sobre a Palavra de Deus.

O tema foi baseado num trecho da Segunda Carta de São Paulo aos Coríntios: “Reconciliação: é o amor de Cristo que nos impele” (5,14-20). Essa semana aconteceu no âmbito da celebração dos 500 anos da Reforma Luterana, comemorada conjuntamente pelos católicos e por muitas outras denominações cristãs.

O encontro foi presidido pelo padre Antonio Ferreira da Silva, pároco da Paróquia Santa Luzia, de Campo Limpo Paulista, assessor diocesano do Encontro das Igrejas Cristãs (Católica e Conpas), e pelo pastor José Carlos Marion, da Igreja União Missionária Cristã e membro do CONPAS/Jundiaí.

A dinâmica da celebração foi centrada na meditação da Palavra de Deus, com uma belíssima reflexão sobre os muros que separam os filhos de Deus. O pastor Isaías Rezende Guimarães, da Igreja Quadrangular e presidente do CONPAS/Jundiaí, dirigiu a reflexão toda voltada para essa temática.

Na sequência, no dia 1º de junho, os cristãos de várias denominações reuniram-se na Igreja do Evangelho Quadrangular, em Jundiaí.

Na presença de inúmeros fiéis cristãos, leigos, pastores, padres e diáconos, o pastor Isaías Rezende Guimarães conduziu a celebração, com a assistência do padre Antonio Ferreira da Silva. O momento central da celebração foi a pregação, feita por Dom Vicente Costa, que, meditando sobre o tema central da Semana de Oração pela Unidade dos Cristãos: “Reconciliação: é o amor de Cristo que nos impele” (cf. 2Cor 5,14-20), exortou os presentes sobre a importância do amor e do perdão, sobretudo para com os irmãos que, nas vias da história, se separaram dos outros. O Bispo de Jundiaí, destacou “três palavrinhas”: 1- reconciliação, que faz com que possamos entender o outro, significa perdoar, e perdoar de verdade”;  2- o verdadeiro reconciliador é Jesus, que nos reconciliou consigo mesmo e com os outros irmãos; 3- pediu para que todos sejam embaixadores de Cristo: “Devemos ser testemunhas e viver a reconciliação; ao invés de construirmos muros, construamos pontes, para levar a reconciliação a todos”, completou.

A Semana de Oração pela Unidade Cristã (SOUC), no Brasil, é coordenada pelo Conselho Nacional de Igrejas Cristãs (CONIC), que conta com a participação de membros das igrejas Católica Apostólica Romana, Evangélica de Confissão Luterana no Brasil (IECLB), Anglicana do Brasil (IEAB), Presbiteriana Unida (IPU) e a Igreja Sirian Ortodoxa de Antioquia (ISOA). Tem como missão promover e estimular relações ecumênicas entre Igrejas cristãs e o fortalecimento do testemunho em favor dos Direitos Humanos.

Com informações do Setor de Comunicação da Diocese de Jundiaí

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.