Notícias

Deus está na cidade. A Igreja em saída para comunicá-lo

3df8d51c-6cf5-4b08-a8c0-dd3efb1ef2c5Teve início na noite desta terça-feira, 13, no Centro de Estudos do Sumaré no Rio de Janeiro, a 3ª edição do Seminário de Comunicação Social promovido pela Arquidiocese do Rio de Janeiro . Esse ano, o Seminário já começou com  mais de 100 inscritos de diversos lugares país.

O padre Arnaldo Rodrigues da Arquidiocese do Rio de Janeiro e um dos organizadores do evento, deu as boas-vindas aos presentes, desejou a todos um frutuoso seminário e manifestou a alegria deste encontro estar em sua terceira edição.

A abertura do encontro, contou com a conferência do cardeal Arcebispo do Rio de Janeiro, Dom Orani João Cardeal Tempesta.

O Arcebispo salientou que  “a cidade não pode ser vista apenas de uma forma negativa. Ela é matriz dos grandes acontecimentos da história que forma, na maioria das vezes, uma nação. Mais uma vez o Papa Francisco nos fala que além de riscos, ela apresenta grandes oportunidades. A realidade urbana comporta em si possibilidades de ser um lugar de grandes relações humanas, potencializando ainda mais cada ser humano, e assim ajudando a desenvolver, a partir do indivíduo, toda a sociedade”.

“Partindo desta perspectiva, e tendo em vista o aproveitamento das grandes oportunidades de comunicação que a cidade oferece, escolhemos para este III Seminário de Comunicação o tema ‘Deus está na Cidade. A Igreja em saída para comunicá-lo’. Nosso principal objetivo é de proporcionar aos participantes uma oportunidade de troca de experiências no âmbito da comunicação, a partir da reflexão sobre o tema, e das novas técnicas a serem apresentadas”, e assinalou: “Esperamos que o estudo destas reflexões guiadas pelos conferencistas, e pelos encontros externos, auxiliem no crescimento do serviço à Igreja pela comunicação e nos capacitem a uma autêntica ‘saída missionária’” .

d2c32a8a-4095-4066-9cc4-5ccc3b1514a2
O logo passa a ser a marca oficial do Seminário de Comunicação Social

Por fim, na noite de abertura foi lançado o logotipo do evento que passa a ser a marca oficial do Seminário de Comunicação Social. A arte foi elaborada pelo designer gráfico Gustavo Gigio e representa a unificação das Arquidioceses e Dioceses de todo o país.

O segundo dia do evento teve inicio com a Celebração Eucarística presidida pelo Bispo Auxiliar da Arquidiocese do Rio de Janeiro (RJ) e membro da Comissão Episcopal Pastoral de Comunicação da CNBB, Dom Roque Costa Souza.

A primeira atividade desta quarta-feira, 14, do Seminário foi a conferencia Igreja, comunicação e Sociedade pelo Prof. Dr. Monsenhor Dario Edoardo Viganò, Prefeito da Secretaria de comunicação da Santa Sé.

“Um dos maiores e complexos desafios para quem se ocupa de comunicação é esse: abandonar os modelos comunicativos próprios das lógicas mundanas e reencontrar o específico cristão, que não é forma, mas muito mais… Na verdade, ‘nós não recebemos o espírito do mundo, mas o Espírito de Deus para conhecer o que Deus nos deu. Dessas coisas nós falamos, com palavras não sugeridas pela sabedoria humana, mas ensinadas pelo Espírito, exprimindo coisas espirituais em termos espirituais”. (1 Cor 2, 14-13), destacou o assessor.

Em seguida o Prof. Dr. Pe. José Maria La Porte – Decano da Faculdade de Comunicação da Universidade Santa Croce – Roma, explanou a conferência “A comunicação como elemento humanizador em um contexto urbano: elementos estratégicos para comunicar a fé”.

A Conferência proferida por Pe. José Maria La Porte, foi pautada em três partes: 1. a lógica da fé em um mundo global e midiático; 2. secularização no contexto urbano; 3. a comunicação como elemento humanizador.
Em sua conferência, ao dizer do trabalho intelectual da inculturação em um contexto midiático, Pe. La Porte falou da necessidade da reflexão, do conhecimento das tendências culturais, da profissionalização e da necessidade de conhecer os contextos e as mídias. “A comunicação como uma estratégia para humanização e não dá massificação”, concluiu.

Maylla Miranda do Grupo CBYK e Google Brasil proferiu a conferência “A influência digital na vida cotidiana: desafios e oportunidades”. Maylla apresentou uma reflexão sobre a segurança em tempo de Internet e a questão da privacidade. “Mais do que antes,  há a necessidade de transparência, ser a mesma pessoa na rede e fora dela.”

O dia terminou com a apresentação do plano de reforma do sistema de comunicação do Vaticano, tendo em vista atualizar o processo de produção em responder as necessidades das pessoas desse tempo.

A programação segue até sexta-feira, meio-dia.⁠⁠⁠⁠

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.