Notícias

Corpo do bispo de Assis está na igreja catedral; dia será de homenagens

sul1_cnbbDom Simão, como era conhecido, morreu ontem em Marília (SP). Desde a chegada do corpo, centenas de fieis ocupam o local para acompanhar o velório e celebrações de despedida.

Faleceu na manhã de ontem, dia 27, o quinto bispo da diocese de Assis, dom José Benedito Simão, de 64 anos. A morte foi em decorrência de um AVC (acidente vascular cerebral) hemorrágico sofrido na última segunda-feira, dia 23, durante reunião da sub-região de Botucatu, na cidade de Marília (SP). Desde então, dom Simão estava internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) da Santa Casa de Misericórdia de Marília.

O corpo chegou à catedral no período da tarde de ontem e foi ovacionado pelos padres e por centenas de fieis que até agora acompanham o funeral. Do clero de Assis, o bispo de Catanduva (SP), dom Otacílio Luziano da Silva, às 16h, presidiu a primeira celebração eucarística de corpo presente. Durante a madrugada, duas missas foram celebradas.

Hoje, às 10h e às 14h, os que passarem pela igreja mãe da diocese de Assis poderão participar de missas rezadas em sufrágio da alma de dom Simão. E, por fim, às 17h, sob a presidência do cardeal arcebispo de São Paulo, dom Odilo Pedro Scherer, e com a participação de todos os bispos do sub-regional de Botucatu, dos padres, diáconos, religiosos, seminaristas e da parcela do povo de Deus que está em Assis, acontecerá a celebração exequial de despedida.

Após a cerimônia, o corpo de dom José Benedito Simão será depositado na cripta da própria catedral.

Colaboração Tiago Barbosa, Diocese de Marília

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.