Notícias

Concurso em comemoração aos 75 anos da Diocese de Piracicaba teve 50 inscritos

Foto 2 - Comissão julgadora para o logo e hino dos 75 anos da diocese de Piracicaba_reduzida
Membros da comissão julgadora durante a primeira reunião para a escolha o logo e hino dos 75 anos da diocese de Piracicaba

Vencedores serão conhecidos em 28 de março, durante missa dos Santos Óleos, na Sé Catedral Santo Antônio

O concurso que irá escolher o Logotipo e o Hino Oficial para o Jubileu de Brilhante (75 anos), da Diocese de Piracicaba recebeu 50 trabalhos, sendo 39 para o Logotipo e 11 para o Hino. O período de inscrições foi encerrado no último dia 9 de fevereiro.

Agora todos os trabalhados recebidos serão analisados pela comissão julgadora, obedecendo aos critérios do regulamento de ambos os concursos. A primeira reunião da comissão para o início dos trabalhos ocorreu no último dia 20 de fevereiro, na sede da Cúria Diocesana, em Piracicaba.

Preside a comissão julgadora o padre Marcelo Sales, que tem como membros o bispo diocesano Dom Fernando Mason, os padres Altair Aparecido Soares e Renato Luís Andreatto, o diácono permanente Carlos Alberto Vila e os leigos: a publicitária e design gráfico, Maria Luziano, e o professor e músico, Antonio Pessotti.

Para padre Marcelo, o número de trabalhos inscritos foi expressivo e de excelente qualidade. “Recebemos inscrições de leigos de todos os 15 municípios de compõem a diocese. Percebemos pela qualidade do material enviado que houve um grande empenho, dedicação e amor. A comissão terá muito trabalho para julgar e decidir o logo e o hino que melhor representarão este momento celebrativo dos 75 anos de nossa Igreja Particular”, explica o sacerdote.

O presbítero lembra ainda que, de cada categoria (logo e hino) serão classificados três trabalhos e os vencedores serão conhecidos durante missa dos Santos Óleos, que ocorrerá no próximo dia 28 de março, às 20h, na Sé Catedral Santo Antônio, em Piracicaba. O 1º colocado de cada categoria receberá R$ 3 mil, o 2º e 3º lugares receberão R$ 1.500,00 e R$ 500,00, respectivamente. “Os demais participantes receberão menção honrosa como gratidão, dedicação e doação do seu talento à Igreja”, ressalta padre Marcelo.

Já o bispo diocesano, Dom Fernando Mason lembra que tanto o hino como o logo devem ser belo e ter a capacidade de fazer uma ligação criativa e harmoniosa da mensagem do Jubileu dos 75 anos de nossa diocese. “Há um grande número de material enviado que corresponde a esses critérios, agora cabe à comissão analisar”, finaliza o bispo.

Convidados para integrar a comissão e tendo um olhar profissional para o conteúdo do material enviado, os leigos, Maria Luziano, publicitária e design gráfico, e Antonio Pessotti,  professor e o músico afirmaram que sentem-se honrados em participar este momento histórico da nossa diocese. “Como católica e profissional é um grande desafio analisar todos os trabalhos enviados e escolher junto com a comissão aquele que será ser a ‘marca’ desse jubileu”, ressalta a design gráfico. Já para o músico Antonio Pessotti o hino deve ser de fácil assimilação e nisso também consiste um desafio. “Também me sinto horando como músico em fazer parte desse momento da história da minha Igreja”, finaliza Pessotti.

 

Com informações da Assessoria Diocesana de Comunicação. Crédito Rosiley Lourenço

 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.