Notícias

Cardeal Paulo Evaristo Arns comemora seu Jubileu de Ouro Episcopal

13533175_1048687678542266_4129881797441768361_nA Catedral da Sé estava lotada na manhã do sábado, (2), para celebrar o jubileu de ouro episcopal do Cardeal Paulo Evaristo Arns, arcebispo emérito da Arquidiocese de São Paulo. Familiares, amigos, padres, religiosos, e leigos de diversas regiões da cidade de São Paulo estiveram presentes para homenagear Dom Paulo, o Cardeal do povo.

A missa foi presidida pelo Cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, arcebispo metropolitano contou com a presença de arcebispos, e bispos de todo o Brasil, e também de cinco cardeais. Entre eles Dom Cláudio Hummes, assim como Dom Paulo também arcebispo emérito de São Paulo; Dom Orani João Tempesta, arcebispo do Rio de Janeiro e Dom Raymundo Damasceno Assis, arcebispo de Aparecida.

O Núncio Apostólico no Brasil, Dom Giovanni D’Aniello, participou da missa e em nome do Papa Francisco leu a mensagem enviada pelo Pontífice, ressaltando a dedicação do Cardeal Arns com os mais pobres.

“Quem, de fato, não conheceu a tua grande dedicação na promoção dos direitos dos pobres, na defesa da vida digna para todos, na ajuda às famílias e aos oprimidos! No entanto, não achamos necessário que sejam recordados cada um dos teus encargos e méritos, que são muitíssimos e que, por certo, somente por Deus são conhecidos. A Ele, mais que tudo, é necessário dar glória e graças, conforme o dizer do Apóstolo: “é Deus, de fato, que opera em vós tanto o querer como o agir, conforme o seu agrado” (Fl. 2,13)”, dizia um dos trechos da mensagem.

Mensagem do Papa Francisco ao Cardeal Dom Paulo

Representantes dos leigos, padres e familiares de Dom Paulo também prestaram suas homenagens.  O Arquiteto Chico Whitaker, que trabalhou muitos anos com o Cardeal Arns na Comissão Brasileira de Justiça e Paz falou em nome dos leigos, destacando a atuação de Dom Paulo nos direitos humanos. Dom Leonardo Steiner, secretário- geral da CNBB, e primo de Dom Paulo falou em nome da família. Visivelmente emocionado e feliz, o Cardeal jubilando agradeceu e cantou com o povo a Oração de São Francisco de Assis.

Dom Odilo em sua homilia destacou o legado que Dom Paulo deixou para o povo e para a Arquidiocecse. “Dom Paulo exerceu seu ministério episcopal, animado por essa esperança, deixando marcas profundas na cidade e na arquidiocese. Hoje, aqui nos reunimos em torno dele para agradecer a Deus pelos 50 anos de sua ordenação episcopal. Foi muita graça de Deus para ele e para a Igreja!”.

Homilia de Dom Odilo na missa do Jubileu de Ouro Episcopal de Dom Paulo

Ao final da celebração, Cardeal Arns abençoou a todos os presentes, que emocionados ovacionaram o bispo tão querido, que continua a transmitir a  mensagem de seu lema episcopal “ De esperança em esperança!”.

Fonte: Site da Arquidiocese de São Paulo

 

Tags

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.