Ação Missionária Amazônia

Dados Históricos

Na Assembleia Geral da CNBB de 1994, foi lançada a ideia do “Projeto Missionário Sul 1 – Norte 1”. Os bispos do Estado de São Paulo, na época presidido pelo então bispo da Diocese de Piracicaba, Dom Eduardo Koaik, decidiram cooperar com a Igreja da Amazônia e formou-se então a primeira comunidade comitiva missionária.

Desde então, mais de 70 missionários foram enviados à região Norte do país, a fim de ajudar no enfrentamento dos desafios da região, entre eles a carência de agentes; o isolamento das comunidades devido às distâncias geográficas; a exploração predatória dos recursos naturais; o narcotráfico e ainda o trabalho de resgate da cultura e a luta pelos direitos dos povos indígenas.

O Regional Sul 1 da CNBB compreende as arqui/dioceses do Estado de São Paulo e o Regional Norte 1 a Igreja presente no norte do Amazonas e em Roraima.

O Projeto conta com o apoio da Conferência dos Religiosos do Brasil (CRB) e com a participação de congregações religiosas.

Formação

O Projeto também conta com apoio do Conselho Missionário Regional (COMIRE), que atualmente oferece uma preparação em pós graduação ou extensão universitária em colaboração com a Faculdade João Paulo II de Marília.

Objetivos do Projeto Missionário

1.Estabelecer uma cooperação missionária entre as Igrejas dos Regionais Sul 1 e Norte 1 da CNBB;

2.Despertar nos cristãos e cristãs do Estado de São Paulo o ardor missionário e o compromisso com a missão na Amazônia;

3.Enviar, manter e acompanhar até doze missionários/as no Regional Norte 1 (Amazonas e Roraima) por um período de três anos

Formas de cooperação

1.Colaboração de presbíteros, religiosos (as) e leigos (as) que oferecem três anos de sua vida para a missão da Igreja na Amazônia;

2.Colaboração com trabalho temporário em prol de alguma comunidade envolvida neste Projeto Missionário;

3.Colaboração financeira, ajudando na sustentação dos/as missionários/as do Projeto;

4.Colaboração pela oração e divulgação das atividades missionárias do Sul 1.

 

 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.