Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

arquivo_cpt
No próximo dia 30 de julho, um domingo, a partir das 8h, acontecerá a 18ª Romaria da Terra e das Águas no estado de São Paulo, em Marabá Paulista, SP, na diocese de Presidente Prudente, com o tema “Fazenda Nazaré: Terra devoluta é terra de quem luta”. A realização é da Comissão Pastoral da Terra (CPT). O objetivo é reforçar a marcha em defesa da terra e das águas, que são dons de Deus e direito de todos . 
A diversidade das Romarias
A CPT realiza Romarias da Terra desde 1978. As primeiras se deram no Rio Grande do Sul e em Bom Jesus da Lapa, Bahia. Há grande diversidade de Romarias, tanto pela periodicidade com que são realizadas, quanto aos locais.
Algumas são realizadas pelos regionais anualmente, outras a cada dois ou três anos. Outras não têm periodicidade definida.
Alguns regionais realizam suas romarias em lugares tradicionais de romaria, como na Bahia, no Santuário do Bom Jesus da Lapa.
O mais comum é que as Romarias da Terra se realizem em lugares marcados por algum fato significativo da luta pela terra: um conflito, a conquista da terra, etc.
A maior parte das Romarias é de âmbito regional ou estadual. Algumas são diocesanas.
Na primeira década do ano 2000, as Romarias começaram a se chamar de Romarias da Terra e das Águas.
Com informações da CPT nacional. Foto: Arquivo CPT
Assista o vídeo: