Destaques Especial

Santuário Arquidiocesano celebra São Frei Galvão, primeiro santo brasileiro

A missa solene da festa foi presidida pelo Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, e concelebrada por padres diocesanos, redentoristas e franciscanos.

Mais de mil pessoas passaram pelo Santuário Frei Galvão, em Guaratinguetá, (SP), neste domingo (25), dia da festa do primeiro santo brasileiro. O tema da novena e festa deste ano foi Frei Galvão, o “Apóstolo da Caridade. Viu, sentiu compaixão e cuidou dele”.

Foram cinco missas ao longo do domingo, com a primeira às 6h. Às 9h30 a missa foi dedicada às crianças e presidida pelo reitor do Santuário, Pe. José Carlos de Melo. A celebração contou com as presenças do Galvaozinho, Vó Cotinha e do Enzo, personagens do programa da Catequese.

Ao meio dia mais uma missa foi celebrada para os fiéis presentes no Santuário. Às 14h os padres Carlinhos , Douglas e a Leandra Ozório rezaram o terço festivo de Frei Galvão.

A missa solene da festa foi presidida pelo Arcebispo de Aparecida, Dom Orlando Brandes, e concelebrada por padres diocesanos, redentoristas e franciscanos. No final da celebração, Frei Galvão foi homenageado com uma chuva de papel picado.

Após missa solene, uma carreata percorreu as principais ruas de Guaratinguetá, sendo acompanhada por dezenas de carros e motos.

Às 18h foi celebrada a missa de encerramento da festa, presidida pelo Frei Diego Melo, franciscano do Seminário Frei Galvão de Guaratinguetá. No final da celebração, os freis prepararam uma homenagem ao primeiro santo brasileiro: uma música cantada especialmente para frei Galvão.

E para fechar a festa uma chuva de fogos de artifício coloriu os céus do Santuário.

Da Redação do Regional Sul 1, com informações do Santuário Arquidiocesano de Frei Galvão, em Guaratinguetá

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.