Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

As Irmãs da Fraternidade dos Pobres de Jesus, impedidas de continuar a missão mantida pelo Regional Sul 1 da CNBB na Região de Nangade, devido aos ataques violentos, foram designadas pelo bispo diocesano, Dom Luiz Fernando Lisboa, para a missão em Mecufi, distrito de Pemba, onde já estão há um mês.
São quatro aldeias que circundam a missão, entre elas uma fica localizada em região de difícil a acesso há cerca de 40 km da sede. As religiosas visitam doentes e rezam com o povo. Relatam, segundo elas, “que foi uma benção e uma grande alegria!” a nova missão.
Continuam fazendo visitas semanais, tanto aos doentes quanto aos deslocados da guerra (cerca de dois mil). “Estamos ajudando no cadastro e conseguindo algumas doações de alimentos para eles, Deus está nos ajudando em tudo, cuidando para não faltar nada, mas a demanda de pessoas tem aumentado, estamos dando reforço escolar para as crianças e jovens, ensinando fazer artesanato e motivando os jovens para o coral na Igreja. Estamos a ‘caminho’ nestas terras moçambicanas, com a certeza de que o Nome de Nosso Senhor Jesus Cristo seja conhecido”, relatam as religiosas.