Destaques Formação Notícias

Regional Sul 1 é representado em curso Nacional de Fé e Política

Além de reunir professores e alunos, a aula inaugural do curso de formação política contou com a presença de dom Giovane Pereira de Melo (foto), bispo de Tocantinópolis (TO), e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Laicato da CNBB, que proferiu a palestra sobre a importância do CEFEP e da representatividade dos participantes por região.

Acontece de 20 de janeiro a 01 de fevereiro, em Brasília (DF), o Curso Nacional de Fé e Política. Este é um encontro promovido pelo Centro Nacional de Fé e Política “Dom Helder Câmara” (CEFEP).

Representam o Regional Sul 1 da CNBB, além da coordenadora estadual da Pastoral Fé e Política, Mônica de Cássia Vieira Lopes, a coordenadora da Pastoral da Menor da Arquidiocese de São Paulo: Sueli Camargo; o agente da Pastoral Fé e Política da arquidiocese de Ribeirão Preto, Luiz Carlos Vigatto; José Rubens de Souza, indicado pela Escola de Política e Cidadania de São José dos Campos e membro do CNLB Diocesano e o agente articulador da Pastoral Fé e Política de Santo André, Robinson Zanutto.

O CEFEP é um serviço ligado à Comissão para o Laicato da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), que se ocupa particularmente da Formação Política dos cristãos leigos/as. Ele se organiza também nos regionais da CNBB, através da articulação das Escolas Locais de Fé e Política.

“Nessa edição somos mais de 50 cursistas, vindos de todo o Brasil. O curso EaD que tem duração de dois anos e extensão de pós-graduação, é certificado pela PUC/Rio.”, explicou Mônica Lopes, aproveitando o momento para salientar também da participação da Pastoral Fé e Política no curso. Para ela, “todas as pessoas que colaboram nas mais diversas pastorais da Igreja devem se capacitar. É importante se manter bem informado sobre o papel da Igreja no cenário político e social. A minha motivação para fazer este curso vem desta necessidade e da vontade de promover um trabalho pastoral com qualidade e com eficiência, dentro da área que me foi confiada. Desenvolver o senso crítico, preparar os leigos e leigas para se comprometerem com o projeto de construção do Reino de justiça, de fraternidade e de paz, utilizando-se do maior instrumento de valorização da cidadania que é a Política”.

Participantes da oitava Turma de Formação Política para cristãos por região – O curso conta com a participação de alunos de diferentes regiões do país, dentre eles 11 da região Norte; 13 da região Nordeste; 3 da região Centro Oeste; 11 da região Sudeste e 16 da região Sul.

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.