Comissões Episcopais Pastorais

Regional promoveu Seminário da 5ª Semana Social Brasileira

DSC08245_reduzidaO Fórum das Pastorais Sociais do Regional Sul 1 (São Paulo) da CNBB promoveu neste final de semana (28 a 30 de junho) o 3º Seminário da 5ª Semana Social Brasileira no Centro de Convivência “Mãe do Bom Conselho” de Jundiaí (SP), com o objetivo de colher subsídios dos Sub-regionais e dioceses dos eventos realizados que tiveram como tema a 5ª SSB.

O Seminário foi aberto com mística de espiritualidade com base no texto de Lc 4, 14-22 e a missão de Jesus e sua proposta social. Contou com a presença de dom Mauricio Grotto de Camargo, arcebispo de Botucatu e presidente da Comissão Episcopal Pastoral para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da CNBB Sul 1. Os debates e reflexões do tema “O Estado que temos e o Estado que queremos” e do lema “Estado para que e para quem?” contaram com assessoria de Claudio do Nascimento, coordenador da Pastoral Fé e Política da diocese de Jundiaí e integrante da equipe de direção das Assembleias Populares. Maria Rosângela Moretti, coordenadora da Cáritas e do Fórum das Pastorais Sociais da diocese de Jundiaí, e padre Geraldo da Cruz Bicudo de Almeida, coordenador diocesano da Ação Evangelizadora, fizeram a acolhida aos participantes em nome do bispo diocesano de Jundiaí Dom Vicente Costa, que se encontrava em visita pastoral em Salto.

DSC08363_reduzidaEntre as atividades apresentadas destacam-se: a criação da Câmara dos Vereadores Virtuais de Salto, SP, cujo grupo de voluntários debate as prioridades para o município e fiscalizam o Executivo e o Legislativo; o Conselho de Gestão Participativa Rural de Botucatu que, além de fiscalizar os atos do Poder Público, são gestores dos gastos públicos para a Zona Rural e gerenciam a água desde sua nascente até a utilização urbana, a manutenção das estradas e ruas e o destino das verbas públicas; a formação política de agentes das Pastorais Operária, dos Migrantes, da Terra, da Fé e Política, em vista do tema da 5ª Semana Social Brasileira; encontros com agentes públicos e políticos: prefeitos, vereadores, candidatos, secretários municipais; Plano de Metas do município de São Paulo, com participação de agentes sociais da Igreja.

Na noite de sábado (29) houve a confraternização, com animação da Orquestra Jundiaiense de Viola Caipira, que executou vários números da música raiz sertaneja, provocando emoção no público. “A 5ª Semana Social Brasileira e o Fórum das Pastorais Sociais do Regional Sul 1 se propõe também a resgatar a cultura”, disse Claudinho Nascimento, que assessorou o encontro.

O encontro contou com a participação de 37 pessoas, representando as arquidioceses de São Paulo, Botucatu, Aparecida e Sorocaba, e as dioceses de Jundiaí, Taubaté, Campo Limpo, São Miguel Paulista, Santo Amaro e Santos, pastorais e movimentos sociais e Renovação Carismática Católica. Na missa de envio, dom Maurício exortou a todos para não esmorecerem na luta, apesar das dificuldades. “Temos o exemplo de Pedro que, com toda sua insegurança, fez a experiência de Jesus, sua paixão, morte e ressurreição e enfrentou com coragem todos os desafios. Paulo também, de perseguidor a perseguido, soube conquistar muitas pessoas para Jesus através não só de sua poderosa pregação, mas principalmente pelo testemunho”, disse.

A 5ª Semana Social Brasileira terá seu ponto alto nos dias 2 a 5 de setembro de 2013, no Centro Cultural de Brasília, DF. Além da coleta de subsídios, o Regional Sul 1 também indicou seus 10 delegados para o encontro nacional.

De Jundiaí, Diácono José Carlos Pascoal

Tags

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.