Ações Missionárias Destaques É tempo de cuidar

Projeto leva oportunidade para jovens de uma aldeia em Moçambique 

Movidos pela solidariedade, missionários começam iniciativa para ajudar na profissionalização dos jovens e no autossustento da população  

No terreno da casa canônica da área Pastoral Nossa Senhora da África, na Aldeia de Mazeze, localizada na diocese de Pemba, no norte de Moçambique, teve início a construção de um forno para fazer pães. Trata-se de uma iniciativa para ajudar na profissionalização dos jovens e no autossustento da população.  

A iniciativa surgiu a partir de uma necessidade. Primeiro oferecer aos jovens da aldeia uma oportunidade de profissão, autossustento e também a possibilidade de crescimento, visto que Mazeze é uma aldeia praticamente esquecida e isolada, pela distância, dos distritos vizinhos e também por ser uma região que vive diretamente a realidade da fome e não dispor de muitos recursos, onde por vezes a água é escassa e os recursos dificilmente chegam até aqui. Em segundo lugar, foi também uma necessidade, visto que na aldeia não existia ninguém que fizesse pães para a venda. Estas duas motivações nos impeliram a dar este grande passo que deve ainda se estender a tantos outros que no futuro próximo podem acontecer.” Explica o responsável pela iniciativa, padre Frei Boaventura, pjc (Pobre de Jesus Cristo – Fraternidade Missionária “O Caminho”), que atua no Projeto Missionário do Regional Sul 1, em Mazeze, Diocese de Pemba. 

Frei Boaventura também salienta que “não foi uma dificuldade iniciar o Projeto com os jovens, pois os mesmos sempre estiveram envolvidos em trabalhos que a missão oferece. Sendo assim, foi feita a proposta e com muita vontade aceitaram o desafio”.  

 “Hoje as expectativas são manter a venda dos pães e na medida do possível após uma boa prática, estes mesmos possam ensinar a outros jovens a fazer o pão, e ainda ampliar para a confecção de bolos com materiais locais, com o uso da mandioca. Assim, desejamos utilizar os materiais básicos que possuem e que são aproveitados de maneira restrita”, descreve.  

Projeto São Francisco– Um outro projeto existente na região e mantido pela Missão é o acompanhamento de crianças com feridas pelo corpo.  O projeto também ajuda no combate à desnutrição infantil, e foi iniciado com o Padre Salvador Maria Rodrigues de Brito, da Diocese de Guarulhos-SP, que atuou como missionário pelo Regional Sul 1 em Moçambique. “Algo pequeno e singelo que a cada dia tem crescido devido às necessidades que vão aparecendo”, disse Frei Boaventura.   

Frei Boaventura com mães atendidas pelo Projeto

Em torno de 20 crianças são acompanhadas, medidas e pesadas. E em caso de desnutrição, caso a mãe já não tenha o leite materno, se faz necessário doar leite em pó.  “O projeto também ajuda a homens e mulheres que procuram o posto de saúde local, e na medida do possível, procuramos ajudar no transporte e no tratamento de diversas doenças”, relata o Frei.   

O projeto atende todas as segundas-feiras, e em outros dias da semana de acordo com a necessidade de doentes. Por vezes, os missionários e voluntários vão até as aldeias para ver as situações. Semanalmente o projeto atende cerca de 30 pessoas.  Quem quiser colaborar com o Projeto pode contribuir de forma concreta e financeira nas Coletas ou Campanhas em favor da Missão da Igreja de Pemba ou em doações para Cáritas Regional São Paulo, pela conta: (Código 001) Banco do Brasil Agência: 2800-2 | Conta Corrente: 686868-1 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.