Na sede do Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), na capital paulista, dia 6 de março, profissionais contratados pelas arquidioceses e dioceses para a gestão da comunicação institucional das Igrejas Particulares dispostas no Estado de São Paulo reafirmaram o compromisso com a comunhão, a proximidade e a ternura.

Os agentes foram acolhidos pelo bispo diocesano de Osasco e referencial para a Pastoral da Comunicação (Pascom), Dom Frei João Bosco Barbosa de Sousa, ofm, pelo Pe. Tiago Barbosa e por Edite Neves, respectivamente, o assessor e a coordenadora do segmento. O secretário-executivo do Regional, Pe. Leandro Megeto, igualmente acompanhou o diálogo.

“Que nós sintamos que essa sede, na Capital, é a nossa casa. Trabalhemos em unidade para uma maior comunhão”, sublinhou o Pe. Tiago.

ENCAMINHAMENTO

Em uma dinâmica sinodal, os participantes do encontro tiveram a oportunidade de apresentar as realidades locais e, igualmente, sugerir as ações necessárias a uma maior conexão entre todos (considerando, em especial, as exigências comuns). Nesse contexto, o Pe. Leandro sublinhou a necessidade de se escutar “os sinais dos tempos”. Ainda segundo o presbítero, a conjuntura atual apresenta desafios a serem enfrentados em favor de uma resposta evangelizadora. “Somos um povo que vive de esperança. Cristo faz novas todas as coisas. Precisamos anunciar a Boa Notícia”, completou.

Para igualmente atender as demandas das dioceses e dioceses, o Regional destacou a colaboradora Mariana Ferigato. A agente, além das demandas pastorais, favorecerá a celeridade nos processos de divulgação em site e redes sociais do Regional Sul 1, juntamente com a coordenação da Pascom para o estabelecimento de uma comunicação integrada. “Estamos inteiramente à disposição. Contem com o Regional”, disse Mariana. Outro agente, o assessor de imprensa da Diocese de São José do Rio Preto, jornalista André Botelho, será o “ponto de unidade” entre os profissionais; em especial, animando ações articuladas. “A CNBB é um instrumento de animação. É preciso estabelecer pontes para construir a comunhão. A comunicação é muito dinâmica”, completou Dom João Bosco.


GESTO CONCRETO

Entre outros avanços, a criação de grupo de trabalho para favorecer a cobertura comunitária da Assembleia Geral (AG) da CNBB, junto ao Santuário Nacional, em Aparecida, pode ser destacada como resultado do encontro de assessores contratados. “Contamos muito com todos vocês. A palavra é de gratidão pelo sim de cada um”, concluiu Edite Neves.

Da Diocese de São José do Rio Preto, jornalista André Botelho

Fotos: Vinícius Cruz, Diocese de Marília