Notícias

Paz: jejum e oração – Mensagem do Secretário Geral da CNBB, dom Leonardo Steiner

Neste dia 7 de setembro, por ocasião da Vigília de Oração pela Paz, o secretário geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, envia mensagem às comunidades. “Estamos em jejum e em oração na busca da paz”, diz o bispo. O texto explica o sentido do jejum e da oração realizados pela Igreja neste dia. A seguir, a íntegra do texto.

Paz: jejum e oração

Estamos em jejum e em oração na busca da paz. Paz especialmente na Síria, no Oriente Médio. O pedido de Santo Padre Francisco para que hoje seja um dia de jejum e oração, nos desperta para a responsabilidade da convivência humana mundial. Os conflitos geram destruição, ceifam vidas, fazem surgir a pobreza, deixam órfãos e viúvas, desenraizam as pessoas, aumentam o número de refugiados, destroem a cultura e as relações, fragilizam a convivência benéfica entre as religiões.

O jejum é essencialmente esvaziamento, abertura para uma vida nova, para novas relações. O jejum tem um toque sagrado de despojamento, de entrar na esfera do não saber, de possibilitar o surgimento da liberdade. O jejum devolve a temperatura ideal do diálogo, do respeito, da diferença. Ele é a confirmação de que a perda das forças físicas fortalece o coração para a presença do outro, da diferença e, por isso, na busca da paz.

A oração, uma vigília de oração, nos coloca na escuta que cria a sensibilidade de que não manteremos a paz a partir de nossas forças, de nossas ideologias, de nossas imposições, de nossas estruturas de domínio e dominação. Buscamos o Senhor (Dominus) porque ele é a casa (domus) que deixa tudo e todos se sentirem em casa. A guerra é a certeza de que posso determinar o que e como deve ser. Quando, em oração, nos deixamos medir pela medida desmedida d’Aquele que cuida desveladamente de todo o universo, a Ele recorremos para que todos os seus filhos e filhas deponham as armas e se deixem tomar pela justiça que conduz à paz.

“Renovo o convite a toda a Igreja para viver intensamente este dia e, desde já, expresso reconhecimento aos outros irmãos cristãos, irmãos de outras religiões e aos homens e mulheres de boa vontade que quiserem se unir a este momento. Exorto em especial os fiéis romanos e os peregrinos a participarem da vigília de oração, aqui na Praça S. Pedro, às 19h, para invocar do Senhor o grande dom da paz. Que se eleve forte em toda a terra o grito da paz! ” (Papa Francisco)

Com o Santo Padre elevemos com o jejum e a oração o grito pela paz!

Leonardo Ulrich Steiner
Bispo Auxiliar de Brasília
Secretário Geral da CNBB

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.