Para viver o “tempo de graça” até a abertura da Porta Santa, o Pontífice pede aos fiéis que “intensifiquem” a oração. Por isso, dá início a este ano especial no qual todas as Dioceses são convidadas a propor peregrinações, itinerários ou momentos de oração individual ou comunitária. O Dicastério para a Evangelização publicará uma série de “Notas de Oração”
Francisco dá início ao Ano da Oração, “um ano dedicado a redescobrir o grande valor e a necessidade absoluta da oração”.

Ouça com a voz do Papa Francisco e compartilhe:

 

Viver um tempo de graça

O anúncio do Pontífice foi feito no final do Angelus deste domingo, 21 de janeiro, o quinto domingo da Palavra de Deus. Após a catequese, o Papa lembrou aos 20 mil fiéis e peregrinos presentes na Praça São Pedro que “os próximos meses nos levarão à abertura da Porta Santa, com a qual iniciaremos o Jubileu.

“Peço a vocês que intensifiquem a oração a fim de preparar-nos para viver esse tempo de graça.”

Iniciativas nas Dioceses do mundo

Em preparação para o Ano Santo de 2025, as Dioceses são convidadas a promover momentos de oração individual e comunitária. A proposta é de “peregrinações de oração” rumo ao Jubileu ou itinerários de escolas de oração com etapas mensais ou semanais, presididas pelos bispos, para envolver todo o Povo de Deus.

Uma série de “Notas” do Dicastério para a Evangelização

Para viver este ano da melhor forma, o Dicastério para a Evangelização publicará uma série de “Notas sobre a oração”, para colocar novamente no centro a relação profunda com o Senhor, através das muitas formas de oração contempladas na rica tradição católica. A série, mas também todo o Ano da Oração, será apresentada esta terça-feira, 23 de janeiro, na Sala de Imprensa da Santa Sé, por dom Rino Fisichella, pró-prefeito do Dicastério para a Evangelização (Seção para as Questões Fundamentais da Evangelização no Mundo) e por monsenhor Graham Bell, subsecretário, responsável pela Secretaria, do mesmo Dicastério.

Fonte: Vatican News