Com a palavra o Presidente

O SÃO PAULO: 3 mil vezes

Foram muitas as manchetes: Faleceu o papa João XXIII! – Temos novo papa, seu nome é Paulo VI! – Caiu o presidente João Goulart. – O Brasil é governado pelos militares. – Em Roma, foi concluído o Concílio Ecumênico Vaticano II! – O nome da encíclica de Paulo VI: Populorum Progressio – Dom Paulo Evaristo Arns é o novo Arcebispo de São Paulo – Foi criada a nova paróquia Nossa Senhora Aparecida no Jardim Brasil. – Faleceu o papa João Paulo 1º, depois de apenas 33 dias de Pontificado! – O novo Papa tem apenas 58 anos de idade, vem da Polônia e chama-se João Paulo 2º; – Eleito o primeiro papa não italiano depois de séculos…

E os títulos seguem ao longo de 50 anos, cobrindo a vida da Arquidiocese e da cidade de São Paulo, do Brasil e do mundo, da Igreja, da sociedade, da política, das alegrias e esperanças, angústias e sofrimentos dos homens e mulheres, a cada semana. Já são 3 mil edições do jornal arquidiocesano O SÃO PAULO!

No futuro ler-se-ão também estes títulos: – A Igreja celebra o grande Jubileu do segundo milênio do nascimento de Cristo; – Morre o papa João Paulo 2º e seu funeral é acompanhado por numerosos chefes de Estado e de Governo, além de uma multidão oceânica, sobretudo de jovens; – Papa Bento 16 vem ao Brasil e faz, no Campo de Marte, São Paulo, a canonização de Santo Antônio de Sant’Ana Galvão, primeiro santo nascido em terras brasileiras;  – Na basílica de Aparecida, foi encerrada a 5ª Conferência Geral do Episcopado da América Latina e do Caribe…

E serão lidas com interesse ainda outras manchetes: – Cardeal Jorge Mario Bergoglio, arcebispo de Buenos Aires, foi eleito primeiro papa latino-americano e escolheu o nome de Francisco; – Padre José de Anchieta, Apóstolo do Brasil, foi proclamado “santo” pelo papa Francisco no dia 3 de abril de 2014; – em Roma, o papa Francisco canonizou seus predecessores, João 23 e João Paulo 2º, na praça de São Pedro, diante de milhões de pessoas!

O jornal O SÃO PAULO está de parabéns! Ele alcançou a marca de 3 mil edições semanais, levando informação e formação aos seus leitores. Evidentemente, um jornal não vive só de notícias sobre fatos e eventos de impacto; ele também retrata o dia a dia da cidade de São Paulo, onde os “mistérios” nem sempre são gozosos ou gloriosos… Retrata a vida comum das comunidades da periferia, os esforços anônimos e persistentes para dar vida à Igreja nesta Metrópole e os dramas da população que vive na rua ou sofre nos hospitais e nos cárceres…

O SÃO PAULO é testemunha do tempo e da história em suas 3 mil edições, que fazem uma leitura desse tempo e dessa história, registrando no papel a sua memória, para que não se apague: verba volant, scripta manent – as palavras voam, os escritos permanecem.

Cabe-me uma palavra de especial agradecimento a quem colaborou para colocar no papel a memória testemunhal de mais de 50 anos da Igreja em São Paulo: a seus diretores, jornalistas, articulistas, assinantes e apoiadores.

Faço votos que O SÃO PAULO tenha vida longa e fecunda. E que possa noticiar muitos fatos auspiciosos, mas também faça ecoar o gemido abafado e o grito de angústia de muito povo desta cidade imensa… E que prime pela qualidade jornalística e pelo apego à verdade, conquistando sempre o apreço dos leitores.

E, assim, ajude a Igreja a realizar bem a sua missão evangelizadora nesta Metrópole dedicada ao Apóstolo missionário, que empresta seu nome também ao próprio jornal.

Artigo publicado no Jornal O São Paulo, Edição 3000 de 29 de abril a 5 de maio de 2014

Cardeal Odilo Pedro Scherer,Arcebispo de São Paulo e Presidente do Regional Sul 1 da CNBB

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.