Covid-19 Destaques Dioceses

“O Bom Pastor dá a vida pelas ovelhas!”; bispo de Lorena envia mensagem ao ‘Povo de Deus’

O Brasil ultrapassou a marca das 400 mil mortes registradas por Covid-19. E diante dessa situação grave que estamos enfrentando no país, o Bispo Diocesano de Lorena, Dom Joaquim Wladimir, escreveu uma mensagem a todo o Povo de Deus.

Querido Povo de Deus, Saúde e Paz no Senhor!

No momento em que atingimos a triste realidade de 400 mil mortos devido a pandemia da Covid-19, a Diocese de Lorena, se coloca em postura de oração pelos nossos irmãos e irmãs falecidos e, ao mesmo tempo, solidariza-se com as famílias enlutadas. É tempo de renovar nossa fé na ressurreição e estender nossa solidariedade além fronteiras!

Aos que enfrentaram a triste experiência de um velório e um sepultamento no seio de sua família, sem a devida proximidade ao seu ente querido, mais uma vez, nossas orações e solidariedade! Em meio a dor e sofrimento, não esqueçam de acreditar em Deus como Deus da vida e amigo da vida (Sb 11,26).

Querido povo de Deus, a pandemia causada pela Covi-19 evoca de cada um de nós nesse momento histórico “a consciência de sermos uma comunidade mundial que viaja no mesmo barco” como nos ensina o Papa Francisco em sua Carta Encíclica Fratelli Tutii (FT 32). E mais: “Precisamos fazer crescer a consciência de que, hoje, ou nos salvamos todos ou não se salva ninguém (FT 137)”. Que Deus nos abençoe no horizonte de uma consciência cada vez mais cuidadora!

Uma palavra fraterna ao nosso presbitério diocesano, aos religiosos e religiosas, institutos de vida consagrada, seminaristas e vocacionados de nossa Igreja Particular: Se cuidem e cuidem uns dos outros! Que possamos aprender através do caminho que estamos percorrendo, o que nos ensina Jesus: “Todos vós sois irmãos” (Mt 23,8). Verdadeiramente, à luz da comunhão que brota do Evangelho , que possamos nos cuidar, cuidar uns dos outros, a começar pelos mais vulneráveis!

No âmbito de nossas comunidades, não esqueçamos as palavras do Papa Francisco em sua Exortação Apostólica Evangelii Gaudium, quando diz: “A missão é uma paixão por Jesus, e simultaneamente uma paixão pelo seu povo” (EG 268). Que não sejamos indiferentes aos que sofrem devido à Covid-19. São nossos irmãos e nossas irmãs, precisam do nosso apoio e carinho. São filhos e filhas de Deus!

No âmbito de nossa espiritualidade, que possamos amadurecer na dinâmica do amor ao próximo. É tempo de “uma espiritualidade da solidariedade global que brota do mistério da Trindade” (LS, 240).

Sobre  momento político e as controvérsias que envolvem a relação política e vacinação, cabe lembrar as palavras do Papa Francisco quando diz: “Perante tantas formas de políticas mesquinhas e ficadas no interesse imediato, lembro que a grandeza política se mostra quando, em momentos difíceis, se trabalha com base em grandes princípios e pensando no bem comum (FT 178)”.

Num momento oportuno e com a graça de Deus, retornaremos àquele convívio próximo e salutar que tão bem caracteriza nossa vida de comunidade de fé. Que os discipulados e a missionariedade não se apaguem no coração de cada um. Não percamos nosso enraizamento e nosso sentimento de pertença a uma comunidade eclesial.

 

Que o Senhor nos abençoe com muita saúde, paz e sabedoria!

Que Nossa Senhora da Piedade, nos acolha e conforte nesse tempo de dor e sofrimento.

Muitas bênçãos!

 

Dom Joaquim Wladimir Lopes Dias

Bispo da Diocese de Lorena (SP)

 

 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.