Artigos

O animador das comunidades Missionárias

As Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja no Brasil 2019-2023 (DGAE), no contexto da Igreja nas casas, lembram que o ministro ordenado há de ser o cuidador e o animador das comunidades eclesiais missionárias, promovendo a unidade entre todos, em vista de uma salutar descentralização. Seu ministério deve garantir a comunhão na comunidade entre os diversos grupos, associações, movimentos e serviços (cf. DGAE, 87).

Quero destacar neste espaço, o IV Comgresso Vocacional do Brasil, realizado de 5 a 8 de setembro, em Aparecida (SP), com o tema: Vocação e Discernimento e o lema: “Mostra-me, Senhor, os teus caminhos!” (Sl 25, 4). Aproximadamente 700 pessoas de todo o Brasil participaram do Congresso. O nosso Regional Sul 1 teve uma expressiva participação.

Num primeiro momento, o padre Ângelo Mezzari, rcj, apresentou a caminhada vocacional da Igreja no Brasil, marcada pelo estudo, reflexão, oração e diálogo, em vista da busca de linhas comuns de ação.

Relembrou o conteúdo dos três Congressos anteriores, a motivação e realização do I e II Ano Vocacional (1983 e 2003) e o Simpósio Vocacional em 2014.

Num segundo momento, o padre Amedeo Cencini, fdcc, desenvolveu o tema: Vocação e Discernimento.

Partindo do Sínodo da Juventude, celebrado em 2018, lembrou que a atual geração de jovens é a primeira que discerne. Os jovens ajudam a Igreja a continuar jovem; eles são símbolos de uma Igreja que se renova. Afirmou que Deus é o eternamente chamante. O homem é o eternamente chamado. Portanto, a questão vocacional é uma questão de vida cristã, uma vez que a vida cristã é a resposta que a pessoa dá a Deus, em cada momento da vida. A vocação é o fim natural de um caminho de fé.

Num terceiro momento, aconteceram os trabalhos em grupo e as oficinas temáticas,

como contribuição dos participantes para o documento final do IV Congresso Vocacional do Brasil.

Por Dom Moacir Silva, arcebispo de Ribeirão Preto (SP) e Presidente da Comissão Episcopal para os Ministérios Ordenados e a Vida Consagrada do Regional Sul 1 da CNBB

O Artigo foi publicado na Revista do Regional Sul 1 da CNBB. Edição Especial. Out. 2019.

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.