Notícias

Missa em Osasco marca encerramento do processo de beatificação e canonização da Serva de Deus, Ginetta Calliari

ginettaO bispo diocesano de Osasco (SP), dom Ercílio Turco, preside a celebração de encerramento da fase diocesana do processo de beatificação e canonização da Serva de Deus, Ginetta Calliari, co-fundadora do Movimento dos Focolares e pioneira do mesmo também no Brasil, no próximo dia 8 de março, às 20h, na Catedral de Santo Antonio, em Osasco.

Dom Ercílio Turco, bispo de Osasco que iniciou a sua causa de beatificação ressaltou a importância dessa mulher contemporânea, de grande atualidade: “É um exemplo para toda a sociedade. Testemunha que seguir um caminho de santidade gera transformações, cria novas perspectivas, promove a fé, a paz e a unidade, que tanto precisamos neste mundo”, disse dom Ercílio.

Por meio de um comunicado, o Movimento dos Focolares-Brasil  deseja que o exemplo da Serva de Deus seja difundido na Igreja no Brasil e no mundo: “Desejosos de que o exemplo de Ginetta, de ‘fé incondicional nas Palavras do Evangelho e na Providência divina, bem como a sua caridade e o ardente zelo pela realização do testamento de Jesus: a Unidade’ torne-se patrimônio da Igreja no Brasil e no mundo que nos circunda e que o mesmo possa edificar e iluminar a vida de muitos fiéis”. Informou também para que todos os bispos, bem como suas respectivas arquidioceses, dioceses e comunidades, sejam informadas sobre o processo de Beatificação.

Breve Biografia de Ginetta Calliarri – Nasce em Trento (Itália), em 15 de outubro de 1918. Em 1944, conhece Chiara Lubich. Ao ouvi-la falar de Jesus Crucificado e Abandonado, como expressão máxima do amor de Deus, decide deixar tudo para consagrar a sua vida a Ele. Seguindo os passos de Chiara, Ginetta viverá com ela a experiência da fundação e expansão do Movimento dos Focolares. A Unidade, testamento de Jesus (cf. Jo 17,21) torna-se o objetivo de sua vida e pautará sempre suas ações. Em 26 de outubro de 1959, juntamente com outras três focolarinas e quatro focolarinos, Ginetta vem para o Brasil, o primeiro país além da Europa a acolher o Movimento dos Focolares, estabelecendo-se em Recife. Chiara faz uma entrega simbólica: “Não lhes dou um crucifixo de madeira ou de metal, mas o crucifixo vivo, Jesus Abandonado”. Essa entrega será como uma bússola na sua vida. Atualmente, o Movimento dos Focolares está presente em todos os Estados do Brasil e dele participam cerca de 300 mil pessoas. Em 1969, transfere-se para Vargem Grande Paulista (SP). Dá início ao Centro Mariápolis, que se transformará na Mariápolis Araceli – uma cidadezinha de testemunho com 400 habitantes, cuja vocação é mostrar o amor evangélico como estilo de vida – onde Ginetta vive por 32 anos; passou a se chamar Mariápolis Ginetta, em sua homenagem. A vida de Ginetta teve o seu término no dia 8 de março de 2001.  

O início do processo de causa aconteceu em 2007 e agora a conclusão da fase diocesana, para depois prosseguir para o Vaticano.

Informações sobre a postulação da causa de beatificação e canonização de Ginetta Calliari

Mariápolis Gianetta
Fone/fax: 11-4159-1496
[email protected] 
www.ginettacalliari.blogspot.com

Link para o boletim n°6 sobre Ginetta Calliari (em português e italiano): http://www.youblisher.com/p/562193-Boletim-Ginetta-Calliari-n-6/

Movimento dos Focolares-Brasil
skype:diviol.rufino
Cel. 11-989012740
Fixo: 11-41583606

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.