Igreja no Brasil

Especial de fim de ano do Boletim Igreja no Brasil foi ao ar em duas partes no canal do YouTube da CNBB

Na segunda parte do especial, Presidência da CNBB reafirma a esperança em 2022 e fala dos preparativos para o jubileu de 70 anos da entidade.

No último domingo, 2 de janeiro, foi ao ar a segunda parte do especial de fim de ano do Boletim Igreja no Brasil, no canal do YouTube da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB). Os quatro integrantes da presidência da entidade o arcebispo de Belo Horizonte (MG) e presidente da CNBB, dom Walmor Oliveira de Azevedo; o arcebispo de Porto Alegre (RS) e primeiro vice-presidente, dom Jaime Spengler; o bispo de Roraima (RR) e segundo vice-presidente da CNBB, dom Mário Antônio da Silva e o bispo auxiliar do Rio de Janeiro (RJ) e secretário-geral da CNBB, dom Joel Portella Amado, conversaram com o jornalista da assessoria de comunicação da CNBB e apresentador do boletim, Bruno Feittosa.

“Nesta edição, os bispos fizeram um balanço das atividades pastorais da conferência em 2021, falaram das perspectivas para o ano de 2022 que está começando e os preparativos para a celebração do jubileu de 70 anos de criação da CNBB, em outubro”, destaca Bruno Feittosa.

O especial aborda ainda a perspectiva para a 59ª Assembleia Geral da CNBB, que em 2022 será realizada em duas etapas: a primeira, totalmente virtual, entre os dias 25 e 29 de abril, com a discussão de assuntos de estudo, comunicações, análises de conjuntura e os temas que não exigem votações presenciais; a segunda etapa, de 29 de agosto a 2 de setembro, de modo presencial, quando serão priorizados os assuntos como a reformulação do Missal e a aprovação do novo estatuto da CNBB, que demandam votação.

Além disso, o especial traz ainda quais são os passos da Igreja no Brasil pós-vacinação da pandemia da Covid-19, que ainda não acabou, já que a variante ômicron está crescendo. Dados de um levantamento feito pelo Instituto Todos pela Saúde (ITpS), publicado pelo portal G1, apontou que a incidência da variante ômicron em oito estados brasileiros é de 31,7%. Segundo o G1, a análise foi feita em parceria com os laboratórios Dasa e DB Molecular, que verificaram testes RT-PCR coletados entre os dias 1 e 25 de dezembro, em 16 estados.

Assista a Segunda Parte:

Já a primeira parte do especial, segundo o jornalista da assessoria de comunicação da CNBB e apresentador do boletim, Bruno Feittosa, “A proposta foi reunir a presidência da CNBB para fazer um balanço do trabalho pastoral da conferência em 2021 abordando alguns dos assuntos mais importantes da Igreja no Brasil e no mundo. Além de fazer uma memória sobre os problemas sociais vividos desde o início da pandemia da covid-19 e um alerta sobre as questões ambientais debatidas durante a conferência do clima”, disse Bruno Feittosa.

Nos programas, foram refletidos assuntos importantes que pautaram e vão pautar a vida da Igreja no Brasil e no mundo: como a realização da primeira Assembleia Eclesial da América Latina e do Caribe, realizada presencialmente de 21 a 18 de novembro, no Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe, no México e virtual para os países da América Latina e Caribe.

O especial abordou ainda os preparativos para o Sínodo dos bispos 2021 – 2023, a Conferência das Nações Unidas sobre Mudanças Climáticas (COP 26), realizada entre 1 e 12 de novembro de 2021 na cidade de Glasgow, na Escócia; a previsão pastoral da a Igreja no Brasil pós-pandemia da covid-19 e os preparativos para a celebração dos 70 anos de criação da Conferência dos Bispos do Brasil, em outubro de 2022.

Assista a Primeira Parte: 

Com informações da CNBB

 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.