Notícias

Encontro entre o Bispo e autoridades aprofunda diálogo entre Igreja e Estado

diocese_jundiai2

No dia 27 de novembro, Dom Vicente Costa se reuniu com as autoridades municipais das cidades que formam a Diocese de Jundiaí (Cabreúva, Cajamar, Campo Limpo Paulista, Itu, Itupeva, Jundiaí, Louveira, Pirapora do Bom Jesus, Salto, Santana de Parnaíba e Várzea Paulista), para um encontro de esclarecimento e reflexão sobre “O Acordo entre a República Federativa do Brasil e a Santa Sé – relativo ao Estatuto Jurídico da Igreja Católica no Brasil (Decreto nº 7.107 de, de 11 de fevereiro de 2010) e a sua incidência na administração pública dos nossos Municípios”.

Com a presença de 28 representantes governamentais, entre Prefeitos, Vice-Prefeitos, Deputados e Vereadores, o tema foi apresentado pelo advogado William Munarolo, Assessor Jurídico Civil da Mitra Diocesana de Jundiaí, que tem acompanhado os eventos e seminários promovidos pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) para implantação do Acordo.

O encontro contou também com a presença de padres e representantes da Pastoral Fé e Política da Diocese. Na oração inicial, os participantes pediram por uma sociedade mais justa e fraterna, ressaltando a importância da política na garantia da paz e do bem comum.

O Acordo entre a República Federativa do Brasil e a Santa Sé é um acordo internacional que esclarece a relação entre o Governo e a Igreja no Brasil. Composto por 20 artigos, o documento trata sobre a educação religiosa nas escolas, a assistência espiritual em instituições de internação coletiva, patrimônio e tributação, entre outros pontos relacionados ao Estatuto Jurídico da Igreja Católica no Brasil.

diocese_jundiai
“O Acordo não trata de dar benefícios ou privilégios, mas sim esclarecer e garantir os direitos e deveres da Igreja no âmbito jurídico”, esclarece o advogado William.

Durante a explanação, William ressaltou que o Acordo não trata de dar benefícios ou privilégios, mas sim esclarecer e garantir os direitos e deveres da Igreja no âmbito jurídico.

“A Igreja continua fazendo o seu papel na tentativa de evitar que a presença cristã continue saindo da nossa sociedade, porque, infelizmente, vejo que estamos perdendo espaço. E quando falo perdendo espaço, não é uma competição com outra religião, mas na busca do emprego do Evangelho, porque a partir do momento que faz uma ‘renovação da consciência’ de todos aqueles que exercem o poder público, a Igreja está colaborando com a Evangelização. Os encontros devem continuar, pois os temas são escolhidos pelo próprio grupo que são os desafios que nós enfrentamos, vistos pela ótica da Fé”, avaliou o prefeito de Várzea Paulista, Juvenal Rossi

Ao final, os participantes puderam fazer perguntas e sugerir temas para o próximo encontro entre o Bispo e as autoridades municipais, que ficou agendado para 14 de maio de 2018.

Com informações, Setor de Comunicação da Diocese de Jundiaí

 

 

 

 

 

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.