Comissões Episcopais Pastorais

Encontro da Pascom discute mídias digitais

Dom Júlio, vigário episcopal da Região Lapa, recordou o Decreto Inter Mirifica. Na foto da esquerda para direita, Ir. Celeste, Dom José, Ir. Élide e Pe. Antonio Aparecido
Dom Júlio, vigário episcopal da Região Lapa, recordou o Decreto Inter Mirifica. Na foto da esquerda para direita, Ir. Celeste, Dom José, Ir. Élide e Pe. Antonio Aparecido

 
O Instituto Pio XI, no alto da Lapa, em São Paulo (SP), acolheu entre os dias 23 a 25 de novembro o 18º Encontro Pastoral da Comunicação (Pascom) do Regional Sul 1 da CNBB.

Dom Júlio Endi Akamine, vigário episcopal da Região Lapa, Arquidiocese de Sâo Paulo, acolheu os participantes, recordando o Decreto Inter Mirifica sobre os meios de Comunicação Social do Vaticano II. O Bispo representou o cardeal Dom Odilo Pedro Scherer, Arcebispo de São Paulo e Presidente do Regional Sul 1, que se encontra em Roma para o Consistório dos Bispos.

Entre as autoridades presentes no encontro participaram: Dom José Moreira de Melo, Bispo Referencial da Pascom; Ir. Élide Fogolari, Comissão Episcopal Pastoral para a Comunicação; Ir. Maria Celeste Ghislandi, fsp, assessora da Pascom e padre. Antonio Aparecido Pereira, vigário da Comunicação da Arquidiocese de São Paulo.

No segundo dia de atividades, pela manhã, a Dra. em comunicação, Carla Schwingel, especialista em Mídias Digitais, apresentou a parte lógica dos compartilhamentos dessas mídias, suas colaborações, estruturas e funcionamentos. A assessora,   reforçou a necessidade de “entender a lógica do sistema e o processo de produção nas mídias digitais. Assim, podemos partilhar valores e objetivos em comum na rede social, com leveza”. conclui.

À tarde, ao abordar a temática do encontro, padre Gildásio Mendes, salesiano, de Campo Grande, com especialização e experiência no uso das Mídias digitais na evangelização, expôs experiências bem sucedidas utilizadas nas comunidades e em algumas pastorais. “Muitas possibilidades e desafios, mas juntos conseguimos superar e realizar uma comunicação para anunciar o Evangelho com muita qualidade e propriedade!”, argumentou.

Experiências bem sucedidas

Após a exposição do padre Gildásio, alguns agentes de pastorais presentes também apresentaram algumas experiências positivas como: o Sistema Diocesano de Comunicação, de São José do Rio Preto, Jovens Conectados, Rádio Cantareira, região episcopal Brasilândia e a  produção de programas de TV, da diocese de Itapeva.
Para Paulo Giraldi, jornalista e editor chefe da Revista Conversa, os assuntos que foram debatidos nos mostra que temos propostas desafiadoras e realidades desconhecidas. Para ele, cabe a nós, enquanto comunicadores da Igreja, conhecermos esse mundo cibernético. “O mundo digital exige de nós mais ousadia, sair do lugar comum. Para produzir é preciso conhecer, estudar, entender e fazer. A assessora nos mostrou que sem o conhecimento e apropriação não é possível ser Igreja no mundo virtual”.

O encontro reuniu cerca de 80 agentes da pastoral da comunicação das (arqui)dioceses do Regional Sul 1.

 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.