Artigos

Encerramento do Ano da Fé e CE 2013

No dia 24 de novembro, Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, com toda a Igreja vamos dar graças a Deus pelo  Ano  da Fé, que neste dia encerra-se.

O Ano da Fé foi um tempo especial de graças, de reflexão, de aprofundamento, “de redescobrir o caminho da fé para fazer brilhar, com evidência sempre maior, a alegria e o renovado entusiasmo do encontro com Cristo” (Bento XVI, Porta Fidei, 2).

O  Papa Bento XVI e  o  Papa  Francisco presentearam a Igreja com dois documentos importantes: a Carta Apostólica Porta Fidei com a qual Bento XVI proclamou o Ano da Fé e a Carta  Encíclica  Lumen Fidei do Papa Francisco na qual fica claro que “a luz da fé possui um caráter singular, sendo capaz de iluminar toda a existência do homem” (Lumen Fidei, 4). Além desses dois documentos esses Pontífices nos enriqueceram com as catequeses sobre a fé, nas Audiências Gerais das quartas-feiras.

Na catequese de 17 de outubro de 2012, o Papa Bento XVI lançava uma pergunta: “a fé é verdadeiramente a força transformadora da nossa vida, na minha vida? Ou então é apenas um dos elementos que fazem parte da existência, sem ser aquele determinante, que a abrange totalmente? Com as catequeses deste Ano da fé gostaríamos de percorrer um caminho para fortalecer ou reencontrar a alegria da fé, compreendendo que ela não é algo de alheio, separado da vida concreta, mas é a sua alma. A  fé num Deus  que  é  amor, e que se  fez  próximo do homem, encarnando e doando-se a si mesmo na cruz para nos salvar e reabrir as portas do Céu,  indica de modo luminoso que a plenitude do homem consiste unicamente no amor”.

Nas  catequeses  de  11 e 18  de setembro, o Papa Francisco refletindo sobre o mistério da Igreja, no âmbito da Profissão de Fé,  fala  belamente  da Igreja  como  Mãe. Ele diz:  “a  mãe  gera para a vida,  leva  no  seu ventre por  nove meses o seu filho e depois abre-o  à vida, gerando-o. Assim é a Igreja:  gera-nos na fé,  por obra  do Espírito  Santo que a torna fecunda, como a Virgem Maria. Tanto a Igreja como a Virgem Maria são mães; o que se diz da Igreja pode ser dito também de Nossa Senhora; e o que se diz de Nossa Senhora pode ser dito inclusive da Igreja!”

No  dia  24 de novembro, Ginásio de Esportes DOCÃO, em Sertãozinho, teremos  a  grande  celebração  do   Encerramento do Ano da Fé, a partir das 15h com apresentações culturais e às 17h, a grande Concelebração Eucarística com todos  os  padres da nossa Arquidiocese; nesta celebração concederei a  “Bênção  Papal  com a Indulgência plenária, lucrável por parte de  todos  os  fiéis que receberem tal Bênção de modo devoto” (Decreto Urbiset   Orbis    da   Penitenciaria   Apostólica,  14   de Setembro de 2012)  observado  as condições  gerais para  se lucrar  indulgências  (confissão sacramental, comunhão eucarística  e  oração na intenção do Santo Padre).

Na Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, a Igreja no Brasil inicia a Campanha para a Evangelização (CE) que vai até o terceiro Domingo do Advento, neste ano, 15 de dezembro. Esta Campanha tem como lema: “Eu vos anuncio uma grande alegria” (Lc 2, 10). Ela nos convida a anunciar a alegria de ser discípulo missionário de Jesus Cristo, participar da sua vida.  “A  campanha  existe  para arrecadar recursos para os projetos de evangelização, sendo importante para a sustentabilidade dessas ações na Igreja. Também busca atender as estruturas eclesiais que estão a serviço da missão evangelizadora. Por isso, é necessário que todos participem para que alcancemos os objetivos esperados”, motiva o secretário executivo da CE 2013, padre Luiz Carlos Dias. Nas missas do terceiro do Domingo do Advento faremos a Coleta Nacional para a Evangelização.

Do resultado desta Coleta, 45% fica na Arquidiocese para a evangelização; 20% é destinado para o Regional Sul 1 da CNBB e 35% para a CNBB nacional. Sejamos generosos para com a ação evangelizadora da Igreja, participando desta coleta.

Por Dom Moacir Silva, Arcebispo Metropolitano de Ribeirão Preto e Vice-Presidente do Regional Sul 1 da CNBB

Adicionar Comentário

Clique aqui para comentar

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.