Notícias

É preciso mais cuidado com a Catequese, diz a coordenadora da Pastoral da Pessoa Idosa na Assembleia dos Bispos

Durante o segundo dia da 76ª Assembleia dos Bispos do Regional Sul 1, foram realizadas 4 sessões conjuntas, nas quais os participantes fizeram intervenções a respeito do tema “Ano da Fé – Transmissão da Fé”.

DSC00714_reduzida
Theresa: “A Catequese permanente para adultos é uma das melhores formas de transmissão e vivência da fé”

Foi marcante a intervenção de Thereza Apparecida de Oliveira Maciel, coordenadora regional da Pastoral da Pessoa Idosa, que falou sobre a Catequese de Adultos como fator fundamental para a Transmissão da Fé. “ A Catequese permanente para adultos é uma das melhores formas de transmissão e vivência da fé. Com ela se pode formar com qualidade líderes comunitários, de pastorais e movimentos para serem multiplicadores. Considero que é preciso ter mais cuidado com a catequese, ter mais aprofundamento, para que os adultos recebam o que precisam para viver a fé em plenitude”, disse.

O diácono Pascoal, representando a CRD Sul 1 (Comissão Regional dos Diáconos) e moderador do Fórum das Pastorais Sociais, deu testemunho de um projeto paroquial em Salto, no qual foi um dos iniciadores, no qual é muito importante o anúncio da Palavra, a celebração nas casas dos assistidos, e o exercício da caridade e solidariedade. “Conseguimos unir o trabalho de ministros leigos da Palavra com os agentes sociais, ministros da Caridade. O resultado foi a aceitação por parte das famílias faveladas e filhos em situação de riscos, o desfavelamento impulsionado pela Pastoral da Moradia e a promoção religiosa e social. Fé com obras: eis o objetivo e forma de transmitir a fé”. Falou ainda que “o Estado, os governos estão criminalizando os movimentos sociais, e a Igreja está como que estrangulando as Pastorais e organismos sociais por falta de apoio e incentivo”.

Ainda durante a sessão conjunta teve a participação da doutora Ana Paula de Albuquerque Grillo, representante do Regional no Conselho de Defesa do Patrimônio Histórico Arqueológico, Artístico e Turístico – CONDEPHAAT, que falou sobre o tombamento de propriedades eclesiásticas do Estado de São Paulo. Ela mesma explicou o que é o CONDEPHAAT, como funciona e como utilizar-se dele. A Dra. Ana Paulo, também respondeu perguntas de vários bispos.

Os bispos presidentes das Comissões Episcopais apresentaram os relatórios das pastorais, movimentos e organismos. Os trabalhos do dia foram encerrados com a reunião reservada dos bispos.

 Colaboração, Diác. José Carlos Pascoal

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.