Igreja no Brasil

Bispos referenciais dos Setores da Comissão para Cultura e Educação nos Regionais da CNBB se reuniram para refletir sobre o trabalho em 2020

Os bispos referenciais dos setores Educação, Ensino Religioso e Universidades da Comissão Episcopal Pastoral para a Cultura e Educação nos Regionais da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) se reuniram, no último dia 11 de novembro, para refletir sobre o trabalho da comissão em 2020. 

Na pauta, os temas prioritários de cada setor, o resultado da pesquisa de percepção do público sobre o trabalho da comissão e sua incidência nos regionais e dioceses, Pacto Global da Educação e pré-mobilização da Campanha da Fraternidade 2022, que terá “Educação” como tema. Além da partilha dos bispos sobre as atividades desenvolvidas nos regionais.

De acordo com o arcebispo de Montes Claros (MG) e presidente da comissão, dom João Justino de Medeiros, o encontro foi muito animador.

“Constata-se que, não obstante a pandemia, algumas pautas da ação evangelizadora no mundo da cultura e educação foram trabalhadas em diversos regionais. O Pacto Global Educativo vai aos poucos mobilizando educadores e famílias. Há diversas ações que indicam novas possibilidades na utilização dos meios virtuais para nossa missão”, destacou.

No encontro, ainda foram refletidos os temas prioritários de 2021 para cada setor da comissão: Setor Ensino Religioso: Recepção do Estudo sobre a confessionalidade do Ensino Religioso nos regionais da CNBB Setor Cultura: O Diálogo das Culturas e a Fraternidade Universal; Setor Bens Culturais: Diálogo Intergovernamental em âmbito Nacional e Local; Setor Universidades: Universidade, Pandemia e Novos Ensinos (ead, híbrido, remoto); Setor Educação: Itinerários formativos para educadores.

O Regional Sul 1 esteve representado por Dom Tarcísio Scaramussa,SDB, Bispo de Santos e referencial da Educação e o bispo auxiliar da arquidiocese de São Paulo e referencial do Ensino Religioso, Dom Carlos Lema Garcia.

Da Redação do Regional Sul 1 com informações do Site da CNBB. 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.