Compartilhar no facebook
Compartilhar no twitter
Compartilhar no whatsapp

O Papa Francisco nomeou, nesta quinta-feira, 11 de fevereiro, dom Luiz Fernando Lisboa, atual bispo de Pemba, em Moçambique, no continente africano, para a diocese de Cachoeiro de Itapemirim (ES). No mesmo ato, o Santo Padre também concedeu a dignidade de arcebispo a dom Luiz.
Com a nomeação de dom Dário Campos como arcebispo de Vitória (ES), a diocese de Cachoeiro encontrava-se vacante desde 7 de novembro de 2018. Desde então, a diocese estava sob os cuidados pastorais do padre Walter Luiz Barbiero Milaneze Altoé, seu administrador diocesano.
Currículo e trajetória eclesial
Dom Luiz Fernando Lisboa nasceu em Marques de Valença (RJ) no dia 23 de dezembro de 1955. Ele é o nono de doze filhos do casal Francisco Lopes Pereira Lisboa e Benedita de Oliveira Pereira, ambos falecidos. Com nove anos de idade mudou-se, com a sua família, para Osasco (SP), onde passou parte de sua infância, adolescência e juventude.
Em agosto de 1975, aos 19 anos, ingressou no seminário São Gabriel da congregação da Paixão de Jesus Cristo (missionários Passionistas), em Osasco (SP); fez seu noviciado em São Carlos (SP); cursou Filosofia na Pontifícia Universidade Católica (PUC) de Curitiba (UCP naquela época); Estudou Teologia no Instituto Teológico São Paulo (ITESP). Foi ordenado sacerdote em 10 de dezembro de 1983
Ele possui duas especializações (Liturgia e Missiologia) na Faculdade de Teologia Nossa Senhora da Assunção (atual PUC SP) e mestrado em Teologia Pastoral pela PUC Curitiba, onde também foi um dos coordenadores do Curso de especialização em Missiologia.
Exerceu várias tarefas na congregação dos Passionistas e nas dioceses por onde passou, entre as quais: formador em várias etapas da formação, vigário, pároco, conselheiro provincial, coordenador de formação; coordenador da área de missão, diretor do Centro de Defesa dos Direitos Humanos de Osasco, membro do Conselho de Direitos Humanos de SP e assessor no Curso de Teologia.
No início do ano de 2001, foi como missionário Ad Gentes para a diocese de Pemba, Moçambique, onde trabalhou por oito anos; retornou ao Brasil e trabalhou por quatro anos como pároco na paróquia Santa Teresinha de Lisieux, em Colombo, na arquidiocese de Curitiba (PR).
Em 12 de junho de 2013, o Papa Francisco o nomeou como Bispo de Pemba. Sua posse se deu dois meses depois, em 14 de setembro, com celebração na Universidade Católica de Pemba. A cerimônia contou com a presença do presidente da Conferência Episcopal de Moçambique, de arcebispos, bispos, padres e leigos da região e do Brasil. Na Conferência Episcopal de Moçambique exerceu o serviço de secretário-geral e coordenador do Departamento Social.
Leia aqui nota na íntegra no site da CNBB.
Fonte: CNBB