Comissões Episcopais Pastorais

Dom Celso participa do Encontro Estadual da Pastoral Operária

100_1500
O encontro contou com a presença permanente de Dom Antonio Celso Queirós

 

O bispo emérito de Catanduva e referencial da PO no estado, dom Antônio Celso de Queirós, participou nos dias 21 e 22 de março, do Encontro Estadual de formação da Pastoral Operária, na casa das Irmãs do Cenáculo em Taboão da Serra (SP). Representantes de dioceses do estado de São Paulo participaram do encontro.

O evento é uma iniciativa da Pastoral Operária, ligada à Comissão para o Serviço da Caridade, da Justiça e da Paz da CNBB Regional Sul 1.

Utilizando o método VER, JULGAR, AGIR, os participantes iniciaram com a observação da conjuntura, quando foram apontados problemas e desafios do sistema capitalista na sociedade e que mesmo atingidos por estas, os trabalhadores apresentam necessidade e disposição para se organizar e resgatar as lutas, alicerçadas por trabalho de base. Cabe à Pastoral Operária, animar a classe trabalhadora, anunciando os sinais do Reino já presentes no nosso mundo.

Dentro das atribuições pastorais, cabe também combater as ideologias e práticas ideológicas nocivas ao povo trabalhador e foi apresentado que estas só serão combatidas com práticas de formação e atitudes carregadas de ética, bem como com espiritualidade e mística firmes e comprometidas com a classe trabalhadora.

Os integrantes do encontro realizaram uma dinâmica em que apresentaram elementos essenciais para a construção do mundo justo, como: amor ao próximo e condições para uma vida digna (salário justo, saúde, moradia, cultura etc.).

No planejamento, foram realizadas propostas para celebrar os 45 anos da Pastoral Operária no Brasil em 2015. Um relatório sobre acidentes de trabalho no estado de São Paulo também deverá ser elaborado neste ano. As questões emergenciais e nas quais, os agentes pastorais já estão atuando, são a crise do abastecimento de água e o problema da terceirização.

Dom Antonio Celso Queirós celebrou uma Missa no sábado à noite e no domingo fez o envio dos agentes pastorais, lembrando as orientações do Papa Francisco de se concretizar “uma Igreja em saída”. Dom Celso animou a todos/as, para que continuem atuando com a classe trabalhadora e assim, “sentir a beleza de ser militante, de ser evangelizador/a”.

 

Palavra do Presidente

NOVO ESTATUTO DA CNBB

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.