Amazônia Destaques Sinodo

Dioceses do Regional recebem conferências de Dom Claudio Hummes sobre o Sínodo para Amazônia

Em sintonia com o “Sínodo para a Amazônia: novos caminhos para a Igreja”, o relator geral do Sínodo Geral dos Bispos para a Pan-Amazônia, Cardeal Dom Cláudio Hummes, visita algumas dioceses do estado de São Paulo, que compreende o Regional Sul 1 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Hoje, dia 25 (quarta-feira) às 19h30, o relator geral do Sínodo Geral dos Bispos para a Pan-Amazônia, Cardeal Dom Cláudio Hummes estará na diocese de Piracicaba para realizar a conferência “Sínodo para a Amazônia: novos caminhos para a Igreja”. O encontro será no Salão de Festa da Paróquia São Judas Tadeu, situado à Av. Independência 3747, no bairro dos Alemães, e está sendo organizado pelo Núcleo Diocesano de Ecologia Laudato Sì e pelo Curso Diocesano de Teologia. O evento é gratuito e aberto ao público.

No dia seguinte 26, pela manhã, Dom Claúdio falará sobre o mesmo tema em encontro fechado paras ao clero diocesano de Piracicaba, durante reunião no Centro Diocesano de Formação, localizado no bairro Nova Suíça.

O Cardeal Dom Cláudio Hummes, estará na Diocese de São José dos Campos no próximo dia 29 de setembro. O arcebispo emérito de São Paulo irá presidir a missa de encerramento do evento “Pró-Sínodo para a Amazônia” que inicia no dia 28, sábado. O “Pró Sínodo para Amazônia” acontecerá nos dias 28 e 29 de setembro (sábado e domingo), no Colégio Franciscano Nossa Senhora Aparecida, no centro de São José dos Campos.

Já Arquidiocese de Campinas, recebeu o Cardeal Dom Cláudio Hummes para uma palestra sobre o Sínodo da Amazônia. O evento realizado no dia 10 de setembro foi uma oportunidade para ter conhecimento da preocupação do Papa e da Igreja sobre a realidade dos povos indígenas, dos ribeirinhos e da natureza agredida e vilipendiada.

Ato em Solidariedade ao Sínodo para Amazônia – Na próxima segunda-feira (30) de setembro, às 17h30, a Frente Inter-religiosa Dom Paulo Evaristo Arns por Justiça e Paz, realizará um ato em solidariedade ao Sínodo para a Amazônia, que acontecerá de 6 a 27 de outubro em Roma, no Vaticano.

Com a presença do Cardeal Dom Cláudio Hummes, relator do Sínodo para a Amazônia, o evento contará com a participação do cardeal Dom Odilo Scherer, arcebispo de São Paulo, ao lado de integrantes de diversas religiões, rabino Alexandre Leone, sheikh Mohamed Al Bukai, monge budista Ryozan, sacerdotisa do candomblé Iyá Adriana de Nanã, pastor Evangélico Ariovaldo Ramos, professor kardecista Afonso Moreira Jr.

Na ordem do dia das questões ambientais mundiais, a Amazônia está no foco das atenções internacionais. As queimadas, desmatamentos e a exploração a qualquer custo ameaçam os biomas com a maior biodiversidade do planeta, a sobrevivência digna das populações indígenas, quilombolas e ribeirinhas, e o equilíbrio climático de todo o continente.

A Frente Dom Paulo promove o ato de apoio e bênçãos ao Sínodo para a Amazônia, na convicção de que a iniciativa da Igreja Católica atende aos mais elevados valores defendidos por todas as religiões e espiritualidades.

Dom Cláudio foi nomeado pelo Papa Francisco como relator geral do Sínodo Geral dos Bispos para a Pan-Amazônia, que acontecerá de 6 a 27 de outubro, em Roma. A Assembleia Sinodal ocorrerá após um longo período de preparação de toda a Igreja, por meio de consultas, fóruns, assembleias em níveis locais e internacionais, realizadas no decorrer de 2018 e no primeiro semestre deste ano. A Assembleia Especial para a Pan-Amazônia é chamada a encontrar novos caminhos para fazer crescer o rosto amazônico da Igreja e também responder às situações de injustiça da região, diz o Documento Preparatório.

Arcebispo emérito da Arquidiocese de São Paulo, Dom Cláudio também é o atual presidente da Rede Eclesial Pan-Amazônica, que congrega nove países: Brasil, Bolívia, Colômbia, Equador, Peru, Venezuela, Suriname, Guiana e Guiana Francesa. É nesta região que está a Pan-Amazônia, importante fonte de oxigênio para toda a Terra, concentrando mais de um terço das florestas primárias do mundo. É uma das maiores reservas de biodiversidade do planeta, abrigando 20% da água doce não congelada.

Dom Cláudio lembra que a Assembleia Sinodal para a Pan-Amazônia foi convocada pelo Papa Francisco, em 2017. “O Sínodo é um ‘caminhar juntos’, escutar, ser inclusivo, respeitar as diferenças e, juntos, nos iluminar uns aos outros”, respondeu o cardeal ao site do Vatican News.

SÍNODO DOS BISPOS – O Sínodo dos Bispos foi instituído por São Paulo VI, em 15 de setembro de 1965, com o Motu Proprio Apostolica Sollicitudo. Sua instituição ocorreu no contexto do Concílio Vaticano II, que, com a Constituição dogmática Lumen Gentium, concentrou-se amplamente na doutrina do episcopado, solicitando a um maior envolvimento dos bispos cum et sub Petro em questões que afetam a Igreja universal.

SÍNODO PARA A PAN-AMAZÔNIA – Em 15 de outubro de 2017, o Papa Francisco convocou a Assembleia Sinodal para a Pan-Amazônia, tendo como finalidade principal “encontrar novos caminhos para a evangelização daquela porção do Povo de Deus, sobretudo dos indígenas, muitas vezes esquecidos e sem a perspectiva de um futuro sereno, e também por causa da crise da floresta Amazônica, pulmão de importância fundamental para o nosso planeta”, reitera o texto de Papa Francisco.

O Sínodo Pan-Amazônico é um grande projeto eclesial, cívico e ecológico que visa superar confins e redefinir as linhas pastorais, adequando-as aos tempos atuais.

Da Redação, com informações das Assessorias de Comunicação da Diocese de Piracicaba, Campinas e São José dos Campos.

 

 

Palavra do Presidente

Facebook

Assine nossa newsletter

Conheça nossos parceiros.