CF.1

Imagens: Vinicius Rocha, Pascom Diocesana

Como já é tradição na Diocese de São Miguel Paulista, no primeiro domingo da quaresma, neste ano dia 26 de fevereiro, às 15h, em nossa igreja catedral, aconteceu a abertura diocesana da Campanha da Fraternidade 2023, que tem como tema Fraternidade e Fome e o lema Dai-lhes vós mesmos de comer (Mt 14,16). Em nossa igreja particular, esta abertura acontece por meio de uma celebração da palavra, presidida pelo bispo diocesano e participada pelos padres, religiosos e religiosas, seminaristas e povo das muitas comunidades e paróquias. O bispo emérito, Dom Fernando Legal, também participou. A Infância Missionária de nossa Diocese teve sua participação com a procissão da Bíblia e uma pequena encenação ao final da celebração.

A organização ficou a cargo da coordenação diocesana da Campanha da Fraternidade, cujo cabeça é o Pe. Lício de Araújo Vale, e os preparativos, quanto às questões litúrgicas, ficaram sob a responsabilidade do pároco da Catedral, Pe. Geraldo Antônio Rodrigues. A celebração, que praticamente faz uma síntese do texto-base, seguiu o tradicional método VER-JULGAR-AGIR. Como gesto concreto e a pedido de Dom Algacir Munhak, cs, bispo diocesano, todos os que participaram, conforme suas condições, levaram alimentos não perecíveis para serem compartilhados com os mais necessitados. Ao todo, até a celebração, já havia sido arrecadado 7 toneladas de alimentos.

CF.2

Em sua reflexão, Dom Algacir meditou brevemente a liturgia proposta para o primeiro domingo da quaresma, e depois resgatou algumas passagens bíblicas, do Antigo e do Novo Testamento, nas quais se salientava a dimensão da fome, como a história de José, do Egito, e da viúva de Sarepta com o profeta Elias. “Quem doa do que tem, com fé na providência de Deus, será sempre abençoado”, disse. “Com a abertura desta Campanha da Fraternidade, nossa diocese quer se somar a essas narrativas de misericórdia das Sagradas Escrituras. Queremos escrever hoje os nossos atos dos apóstolos, os nossos atos de discípulos missionários de Jesus Cristo através de atitudes concretas de caridade, de solidariedade e de misericórdia”, afirmou.

CF.3

fonte da Matéria: Pascom Diocese de São Miguel Paulista